Água Santa (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Água Santa
Bandeira de Água Santa
Brasão de Água Santa
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 8 de dezembro de 1987 (26 anos)
Gentílico água-santense[1]
Lema Evoluindo com você
Prefeito(a) Jacir Miorando (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Água Santa
Localização de Água Santa no Rio Grande do Sul
Água Santa está localizado em: Brasil
Água Santa
Localização de Água Santa no Brasil
28° 10' 37" S 52° 02' 02" O28° 10' 37" S 52° 02' 02" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008[2]
Microrregião Passo Fundo IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Ciríaco, Gentil, Mato Castelhano, Santa Cecília do Sul, Tapejara, Vila Lângaro
Distância até a capital 320 km
Características geográficas
Área 291,792 km² [3]
População 3 722 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 12,76 hab./km²
Altitude 650 m
Clima Mesotérmico tipo temperado e semi úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,750 alto PNUD/2000[5]
PIB R$ 96,665 IBGE/2010[6]
PIB per capita R$ 25,943 IBGE/2010[6]
Página oficial

Água Santa é um município brasileiro da região sul, localizado no interior do estado do Rio Grande do Sul. É considerada cidade pequena, com população estimada em 3.726 habitantes. Local tranquilo e com pouca poluição, possui grande número de árvores e de mata nativa preservada. O PIB do município é de 81.471,351 mil reais (2008) e a renda per capita, de 22.394,54 reais (2008), sendo considerado o maior PIB per capita da região nordeste do Rio Grande do Sul. Localizado a 2 Km da sede do município está a Reserva Indígena Carreteiro, que conta com 241 habitantes de origem Kaingang, distribuídos em 60 famílias, tirando seu sustento da agricultura, pesca e também da fabricação de tijolos. A Reserva Indígena Carreteiro completou 100 anos em Maio de 2011.

História[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1920, vieram para a localidade de Água Santa imigrantes italianos oriundos das regiões de Antônio Prado, Veranópolis, Cotiporã , Garibaldi, Marau, itapuca e arredores, formando assim o primeiro núcleo de moradores. Os novos imigrantes filhos de colonos da primeira geração de Italianos estavam procurando novas terras, exxiste muitos lugares chamados de Colonia Nova, pois eram isto que os novos imigrantes procuravam. Vindo da região Nordeste do Rio Grande do Sul , onde seus pais tinha imigrados da Italia o caminho chagava até Marau vindos de Guaporé, Casca, Nova bassano, Nova Araça,Nova prata etc...

INICIO DO POVOAMENTO

Todos, filhos de imigrantes Italiano, nascidos no Brasil, oriundos das velhas Colônias, Caxias, Garibaldi, Bento vinham procurando novas terras a medida que povoavam formarvam novas cidades como: Nova Prata, Nova Bassano, Nova Araçá, Casca, Marau quando chegavam em Marau (32 Km de Passo Fundo), inicio do Planalto se dividiam uns para Noroeste em direção a Campo do Meio e outros a Sudoeste, alto Jacuí. Os que vieram para Noroeste encontraram um divisor d'água, hoje, marcado mais ou menos pela BR-285, onde situava um próspero povoado chamado Campo do Meio (vila Ametista) tinha comércio forte, hotel cartório, transporte etc..Campo do Meio, também tinha muito campo e fazendeiros, por isto, seguiram adiante atravessando o espigão descendo em direção a Nordeste Encontram uma gruta, que, pela religiosidade a batizaram de Águas Santas. Neste roteiro, dos imigrantes, a procura de novas terras Água Santa foi a primeira Colônia após a travesia das duas bacias hidrográficas do noroeste do Rio Grande do Sul. (Jacuí e Uruguai).

Do ponto de vista étnico, a população de Água Santa, em 95% é composta de descendentes de origem italiana; este fato é responsável pela presença de costumes, hábitos e tradições italianas, especialmente, a profunda religiosidade do povo, tradicionalmente católico. Os índios que somam-se sessenta famílias, numa área de 602 hectares, denominada de Posto Indígena do Carreteiro.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Economia: soja, milho, erva-mate, avicultura, suinocultura, trigo, cevada…

Ponto turístico: Cascata de São Caetano; Cascata do Erval; Gruta de Nossa Senhora de Lourdes e Balneário Capão de Mato.

Localização: Região Nordeste do Estado.

Distância da capital: 320 km.

Meio Ambiente: Pouca poluição, grande número de árvores e mata nativa.

Limites: Tapejara, Vila Lângaro, Gentil, Ciríaco, Santa Cecília do Sul e Mato Castelhano.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Histórico de Água Santa no site do IBGE
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (11 nov. 2013). Área territorial oficial IBGE - Água Santa - Síntese de informações. Página visitada em 11 nov. 2013.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.