Álvaro García de Zúñiga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Álvaro García de Zúñiga (Montevidéu, 1958) é um escritor, encenador, realizador e compositor português de origem uruguaia.

Formado fundamentalmente em música (violino e composição com Norbert Brainin, Amadeus Quartet, Sergio Prieto, Roque de Pedro, etc.), o teatro musical leva-o para o "teatro tout court" e daí passa para outras literaturas.

Autor de peças de teatro, argumentos para cinema, uma adaptação para ópera, várias obras em prosa e poesia, a escrita leva-o à encenação de teatro e à realização cinematográfica e radiofónica.

Obras[editar | editar código-fonte]

Peças de Teatro[editar | editar código-fonte]

Teatro Radiofónico / Arte Acústica[editar | editar código-fonte]

  • Manuel
  • O Corpo do delito - versão radiofónica

Obras Editadas[editar | editar código-fonte]

  • Actueur - Ed. sat-lx-Plano 9 | blablalab, Lisboa 2006
  • s/t - Ed. sat-lx-Plano 9 | blablalab, Lisboa 2006
  • Juegos de estética, juegos de guerra : especificidad y comunicación — Texto do colóquio « Jogos de guerra, jogos de estética ». Ed. Colibri / FCFA Lisboa 2005
  • Dechet — NRF | Gallimard . Paris 2004.
  • As Batalhas — DVD interactivo. Edição Plano 9, Lisboa 2003.
  • OmU / Théâtre Impossible — Ed. sat-lx-Plano 9, Lisboa 2002. Bilingue (français — allemand)
  • A Finger for a Nose — Entertainment Co. Ed. Entertainment Co., Oeiras 2000. Bilingue (port. — engl.)
  • Théâtre Impossible Teatro Impossível — Ed. Acarte/Gulbenkian, Lisboa 1998. Bilingue (fr. –port.)
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]