Áries

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Áries (astrologia))
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Áries ou Carneiro Aries.png
21 de março a 20 de abril
Aries2.jpg
Elemento Qualidade Polaridade
Fogo Cardinal Masculino [1]
Planeta regente
Marte[2]
Exílio Exaltação Queda
Vênus/Vénus Sol Saturno
Anatomia
Cabeça
Palavra-chave Casa natural
Iniciativa Casa I
Signo
Anterior Oposto Seguinte
Peixes Libra/Balança Touro
Características
Positivas Negativas
Corajoso
Intuitivo
Destemido
Agressivo
Impulsivo
Egoísta

Áries (português brasileiro) ou Carneiro (português europeu) é o primeiro [3] signo astrológico do zodíaco, situado entre Peixes e Touro e associado à constelação de Aries. Seu símbolo um carneiro. Forma com Leão e Sagitário[4] a triplicidade dos signos do Fogo [carece de fontes?]. É também um dos quatro cardinais, juntamente com Câncer/Caranguejo, Libra/Balança e Capricórnio. Com pequenas variações nas datas dependendo do ano, os arianos/carneiros são as pessoas nascidas entre 21 de março e 20 de abril.

Quando se incluem estrelas de brilho menor, visíveis a olho nu, a área da constelação parece a cabeça de um carneiro, tendo uma forma geral de cabeça de herbívoro e um chifre em espiral.

Segundo Higino, autor romano da época de Augusto, acreditava-se que a constelação era o carneiro que carregou Frixo e Hele através do Helesponto[5] . Este carneiro tinha pelo de ouro, e foi sacrificado a Júpiter quando Frixo chegou na corte do rei Eetes[5] . A imagem do carneiro foi colocada entre as constelações por Nubes[Nota 1] , e marca o tempo do ano em que o grão deve ser semeado, porque Ino havia semeado antes do tempo o grão molhado, o que causou a fuga de Frixo e Hele[5] . Segundo Eratóstenes, o próprio carneiro havia removido o pelo dourado e dado a Frixo, e depois foi por conta própria para as estrelas; por este motivo as estrelas são fracas[5] .

Higino também apresenta duas outras versões para o mito de Áries[5] .


Notas e referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Áries

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Nubes é o nome romano de Nefele, mãe de Frixo

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo XV, Signos masculinos e femininos
  2. Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo XX, Casas dos planetas
  3. Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo XII, As estações anuais
  4. Cláudio Ptolemeu, Tetrabiblos, Livro I, Capítulo XXI, As triplicidades
  5. a b c d e Higino, Astronomica, XX, Carneiro