Átomos em moléculas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Richard Bader et al. propuseram, no início da década de 60, um modelo fundado no reconhecimento da participação da densidade eletrônica na compreensão de observações experimentais. Este modelo é conhecido como Átomos em Moléculas (AIM, do inglês Atoms in Molecules). Recentemente o modelo AIM recebeu o nome de Teoria quântica de átomos em Moléculas (QTAIM).

O Modelo AIM ajuda na compreensão de conceitos como estrutura química, reatividade e topologia da distribuição eletrônica,[1] sendo aplicada no cálculo de calores de combustão e tensão angular de cicloalcanos, constante de acidez de ácidos orgânicos, investigação de ligação de hidrogênio e ligações H-H.[2]

O progresso do modelo AIM permite o desenvolvimento de “backgrounds” teóricos (novos métodos para analise de função de densidade eletrônica (p) de uma molécula como índice de localização e índice de deslocalização) e o desenvolvimento de métodos de cálculo que facilitam ou agilizam a obtenção de informações sobre a molécula.[2]

Vale destacar que o modelo AIM, introduziu a terceira dimensão na química teórica.

Referências

  1. [Matta, C.; Boyd, R.; The Quantum Theory of Atoms in Molecules, Wiley-VCH Verlag GmbH & Co. KGaA: Weinheim, 2007
  2. a b Bushmarinov, I. S.; Lyssenko, K. A.; Antipin M. Y. Russian Chem. Rev. 2009, 78(4), 283-302. DOI: 10.1070/RC2009v078n04ABEH004017

Ligações externas[editar | editar código-fonte]