École Centrale de Lille

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
École centrale de Lille
Université Lille Nord de France
Fundação 1854 (Lille)
Tipo de instituição Universidade Pública
Total de Estudantes 1.300
Graduação 250
Pós-Graduação 1.050
Localização Villeneuve-d'Ascq
França
Página oficial Site Centrale Lille
LillePLBTriange.png
Universidades da França Flag of France.svg

Fundada em 1854, a Ecole Centrale de Lille (ou Centrale Lille ou E.C. Lille) é uma escola de engenharia, instituição de ensino superior público localizada na cidade do Villeneuve-d'Ascq, França.

A École Centrale de Lille está entre as mais prestigiadas grandes écoles de Engenharia da França, assim como todas as escolas do grupo Centrale. École centrale de Lille é uma parte do Grupo Centrale, do qual também fazem parte as École centrale de Paris, Lille, Lyon, Marseille e Nantes.

FacadeECLille.jpg
Batiment E de l Ecole centrale de Lille.jpg
Ecole centrale de Lille.jpg
Ecole centrale de Lille - Laboratoire informatique et laboratoire de sciences des matériaux & pole fonderie.jpg

Campus da Ecole Centrale de Lille situa-se no pólo universitário da Université Lille Nord de France.

Centrale Estudos : formação de engenheiro, mestres e doutores[editar | editar código-fonte]

A Ecole Centrale Lille diploma engenheiros généralistes ao final de três anos de estudo.

Para ser adtimido em uma grande école o aluno deve ser aprovado em um vestibular após ter cursado dois anos de Classe Préparatoire.

Outro ponto comum fundamental entre as Écoles Centrales é a formação generalista, ou seja, as disciplinas oferecidas abrangem todos os ramos da Engenharia, sendo que a especialização é dada apenas no último ano. Os três anos de estudo na Ecole comportam dois anos de ciclo básico, seguido de um ano de especialização, sendo este último realizado em uma das diversas ênfases propostas pela instituição:

  • Empreendedorismo; Gestão-Auditoria-Conselho; Aménagement-Construção-Meio Ambiente; Concepção de Produtos e Sistemas Inovadores; Produção; Logística; Pesquisa.
  • Mecânica Avançada; Engenharia Civil; Matéria e Energia; Ondas; Nanoeletrônica e Telecomunicação;
  • Engenharia Elétrica e Controle; Sistemas Elétricos e Eletrônicos; Sistemas Automatizados; Sistemas de Produção;
  • Sistemas de Informação; Informática; Informática decisional; Serviços e Sistemas Sócio-económicos;Sistemas de Transporte e Logística.

A grande gama de escolha (91, sem contar as possibilidades de estudo no estrangeiro) é uma das características da formation "généraliste".

A formação "centralienne" é baseada nos princípios de um engenheiro généraliste. Isto é o aluno "généraliste" deve possuir os conhecimentos básicos de todos os principais campos científicos, técnicos e humanos :

  • O desafio de uma « Economia do conhecimento »
  • Um trabalho multidisciplinar em equipes multiculturais
  • Associar Pesquisa, Tecnologia, Empreendedorismo e desenvolvimento sustentável
  • Capacidades humanas além das competências unicamente técnicas
  • Uma grande diversidade de inserção e de práticas profissionais.

Laboratórios e centros de investigação[editar | editar código-fonte]

  • LAGIS Laboratoire d'Automatique, Génie Informatique & Signal (Laboratórios Engenharia Informática &Computadores)
  • LML Laboratoire de Mécanique de Lille (Laboratórios Engenharia Mecânica)
  • L2EP Laboratoire d'Electrotechnique et d'Electronique de Puissance de Lille (Laboratórios Engenharia Electrotécnica)
  • IEMN Institut d'Electronique de Microélectronique et de Nanotechnologie (Laboratórios Micro-Electronica)
  • LCL Laboratoire de Catalyse de Lille (Laboratórios Engenharia Química)
  • LRGI Laboratoire de Recherche en Génie Industriel (Laboratórios Management)
  • Equipe Mécanique et Matériaux & Equipe de recherche Sciences des Matériaux (Laboratórios Material Science).

Programas de duplo diploma internacional[editar | editar código-fonte]

Graças às parcerias que vêm sendo concretizadas nos últimos anos entre a Ecole Centrale de Lille e universidades principalmente na Europa, Brasil e China, cerca de 20% dos alunos do estabelecimento são estrangeiros.

Particularmente, a Ecole Centrale de Lille é uma das pioneiras nos programas de "duplo diploma", um tipo de intercâmbio diferente do aproveitamento de créditos em que os estudantes fazem uma parte de seu curso na sua instituição de origem e outra parte em uma universidade conveniada e, ao término, recebem o diploma das duas instituições (parte do T.I.M.E. programme):

  • Mestrado Ingénieur Centrale Lille (2 anos, França)

+

+

T.I.M.E. = Top Industrial Managers for Europe, instituição criada em 1989 pela École Centrale de Paris e École Centrale de Lille que reúne escolas de engenharia líderes para promover o intercâmbio de alunos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre École Centrale de Lille