Émile Bernard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Retrato de Émile Bernard, por Henri de Toulouse-Lautrec.

Émile Bernard (França, Lille, 28 de abril de 1868 - 16 de abril de 1941) foi um pintor pós-impressionista e escritor.

Segundo as biografias de Vincent van Gogh, pintor que, 10 anos mais joven que Vincent, amigo e confidente, manteve correspondência e trocou quadros até a morte do célebre pintor holandês na época em que ambos moravam em Paris. Recebeu crítica positiva do mestre impressionista sobre suas suas cores e tons.

Foi um dos poucos, assim como Theo van Gogh, que não se distanciou emocional ou mentalmente de van Gogh. Auxiliou seu irmão a realizar a primeira retrospectiva póstuma de Vincent.

Não logrou espaço célebre no meio da pintura e somente é conhecido por estudiosos de van Gogh e poucos "fans". Seguiu pintando com afinco até a morte por natureza espontânea.

Livros publicados por Émile Bernard[editar | editar código-fonte]

  • Propos sur l'art (I), Émile Bernard ISBN 2-84049-031-5
  • Propos sur l'art (II), Émile Bernard ISBN 2-84049-029-3
  • L'Esclave nue suivi de La Danseuse persane, Émile Bernard, romance
  • Le Parnasse oriental, Émile Bernard
  • Le Voyage de l'être : poèmes d'évolution. Susurrements, Coeur nu, Sentimentalités solitaires, Sensualismes, Malaises cordiaux, Foi, Extuses et luttes, suivi de Paysages et du Livre d'hommages, Émile Bernard, poesia, 1898
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.