Émile Borel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Émile Borel
Matemática e política
Émile Borel em 1932.
Nacionalidade França Francês
Nascimento 7 de janeiro de 1871
Local Saint-Affrique
Morte 3 de fevereiro de 1956 (85 anos)
Local Paris
Atividade
Campo(s) Matemática e política
Instituições Universidade de Paris
Alma mater Escola Normal Superior de Paris
Tese 1893: Sur quelques points de la théorie des fonctions
Orientador(es) Gaston Darboux[1]
Orientado(s) Henri Lebesgue, Paul Dienes, Paul Montel, Georges Valiron
Prêmio(s) Prêmio Poncelet (1901), Medalha de Ouro CNRS (1954)

Félix Édouard Justin Émile Borel (Saint-Affrique, 7 de janeiro de 1871Paris, 3 de fevereiro de 1956) foi um matemático e político francês.

Juntamente com René-Louis Baire e Henri Lebesgue, foi um dos pioneiros da teoria da medida e suas aplicações à teoria da probabilidade. O conceito de um conjunto de Borel é nomeado em sua homenagem. Um de seus livros sobre probabilidade introduziu o engraçado experimento mental que entrou na cultura popular sob o nome de teorema do macaco infinito. Ele também publicou alguns artigos sobre teoria dos jogos.

Além de uma cratera na Lua, as seguintes entidades são nomeadas em sua homenagem:

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Medalha de Ouro CNRS
1954
Sucedido por
Louis de Broglie