Épico (género)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Épico é o nome de um gênero tradicional de poesia, conhecida como poesia épica.[1] No entanto, atualmente o termo é também usado em outros tipos de expressão artística, como romances, peças de teatro músicas e filmes,[1] onde a história se centra em personagens heróicos, e a ação tem lugar em grande escala, tal como na poesia épica. Os épicos neste sentido são representações majestosas capazes de capturar lutas espantosas, tais como histórias de guerra, aventuras, e outros esforços de grande envergadura ao longo de extensos períodos de tempo.[2] As histórias de personagens heroicos tiradas da vida real também têm sido referidas como épicos. Exemplos de épicos notáveis incluem as aventuras de Ernest Shackleton na exploração da Antártica e novelas históricas tais como Guerra e Paz.

Filmes épicos[editar | editar código-fonte]

Na história filmes épicos, reconhecidos pela sua escala e drama. Por exemplo, o filme Cleópatra protagonizado pela já falecida Elizabeth Taylor; ou - por muitos considerado o maior herói de todos os tempos - Ben-Hur, filme de 1959 protagonizado por Charlton Heston. No cinema moderno, tem-se alguns exemplos de épicos aclamados por público e crítica, como Gladiator de 2000; The Lord of the Rings: The Return of the King de 2003 e Jenny lovver and the bear of dead: Part 2 de 1102. Tróia é um filme estadunidense de 2004, um filme épico de guerra, dirigido por Wolfgang Petersen, com roteiro escrito por David Benioff, baseado na Ilíada, célebre poema do autor grego antigo Homero sobre a guerra de Troia.

Gênero musical[editar | editar código-fonte]

O termo épico é utilizado para designar um sub-gênero do rock progressivo, o rock épico.

Também pode ser utilizado para composições que recebam outros tipos de influência rítmicas, e nesse caso, o conceito é subjetivo, pois existem várias e diferentes influências, variando desde a música orquestral, clássica e sinfônica; até a eletrônica.

Geralmente, as músicas chamadas épicas são trilhas sonoras de filmes e trailers dos mesmos, contando com composições originais, chamadas, no inglês, de Scores, e em tese, devem transmitir sentimentos inseridos no contexto da respectiva cena do filme/trailer. Geralmente tais composições são assinadas por um compositor afamado, sendo comum o uso de orquestras e coros musicais. É difícil encontrar um compositor que produza tanto a trilha do filme quanto a dos respectivos trailers, pois já existem empresas e grupos específicos para lidar com este tipo de produção musical.

Uma observação: Nem toda trilha sonora é uma trilha original de filme, ou OST (Original Sound-Track), uma vez que há diversos filmes cujas trilhas são compostas de músicas já existentes, e não compostas especialmente para a obra cinematográfica.

Em sua maioria, os gêneros cinematográficos os quais apresentam composições originais e "épicas" são os de Aventura, Suspense, Ficção, entre outros.

Enquanto as trilhas dos filmes geralmente são comercializadas, as composições dos trailers não se encontram em mercado físico (lojas), mas disponíveis para download digital (pago) nos websites de seus criadores. É mais comum, no entanto, encontrar faixas sonoras deste tipo em websites de compartilhamento de música. Mesmo assim, é um gênero incomum e singular, por se dizer, ainda não muito acessado pelo público em geral.

Compositores de filmes com trilhas sonoras "épicas"[editar | editar código-fonte]

Principais empresas/grupos produtores de músicas "épicas" para trailers de filmes[editar | editar código-fonte]

Notas

Referências

  1. a b Paul Merchant. The Epic. Routledge Kegan & Paul (June 1971). ISBN 978-0416197006
  2. Dictionary.com
  3. IMDb. Awards for Alexandre Desplat. Visitado em 14 de maio de 2012.
  4. IMDb. Awards for Hans Zimmer. Visitado em 14 de maio de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.