Ênfase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Entende-se por ênfase a propriedade de destaque de certas palavras, expressões ou ideias em uma determinada frase, em um determinado texto. Essa propriedade pode ser aplicada por meio de estruturas gramaticais, sintáticas ou semânticas, cuja estruturação varia de idioma para idioma.

Uma forma prática de enfatizar certas palavras na fala é pronunciá-las de um modo mais intenso, usando a entonação da voz.

Estruturas de ênfase[editar | editar código-fonte]

Elas variam de um idioma para outro, pois depende das características intrínsecas do idioma do texto onde são aplicadas. Porém, há muitas formas de enfatizar ideias:

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Em latim, pronomes pessoais do caso reto (nominativo) são reservados para esse propósito:

  • Clamo. (Eu grito.)
  • Ego clamo. (É claro que eu grito.)

Por sua vez, o português também tem suas estratégias. Compare as frases Eu comprei um livro e Fui eu quem comprou um livro. Aqui, substituiu-se Eu pela expressão Fui eu quem e alterou-se a forma do verbo (de comprei para comprou), afim de manter a correção gramatical da frase.