Ênio (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Ênio (em grego Ένυώ, "horror") ou Enio, é uma personagem da mitologia grega. É uma antiga deusa conhecida pelo epíteto de «Destruidora de Cidades» e frequentemente representada coberta de sangue e levando armas de guerra. Filha de Zeus e Hera, e em algumas versões, filha ou irmã de Eris, com frequência é retratada junto a Fobos e Deimos como acompanhante de Ares, o deus chefe da guerra, e dizia-se que era tanto sua amante como sua irmã, e em versões menos aceitas é até sua mãe. Em alguns mitos, dizia-se que quando Ênio dava o golpe final, seu corpo se transformava em fogo.

Em Tebas e Orcômeno se celebrava um festival chamado Όμολώϊα em homenagem a Zeus, Deméter, Atena e Enio, e dizia-se que Zeus havia recebido o epíteto Homoloios de Homolois, uma sacerdotisa de Enio (Suidas Homolois). Uma estátua de Ênio, feita pelos filhos de Praxíteles, encontrava-se no templo de Ares em Atenas quando Pausânias o visitou.[1]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]

  • Smith, W. (1867), A Dictionary of Greek and Roman biography and mythology, ii.21, Boston: Little, Brown and co. OCLC 68763679