Ñoño

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde setembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ñoño
Idade 9
Origem México
Dublagem  Brasil Mario Vilela Gustavo Berriell
Temporada(s) 1974-1991
Série Chaves
Primeira aparição O Festival da Burrice (1974)
Última aparição Os Balões (1991)
Interpretado por Edgar Vivar
Projecto Televisão  · Portal Televisão

Ñoño (no Brasil chamado de Nhonho ou Inhonho) é um personagem interpretado pelo ator Edgar Vivar (que também fez o papel do Senhor Barriga, pai do Nhonho), no seriado Chaves.

Por ser filho do Senhor Barriga, o dono das casas do cortiço onde a trama é gravada, algumas vezes usa este fato para tirar vantagem dos amigos, mas na maioria das vezes é generoso, em especial quando se trata de dinheiro, o que tem de sobra (muito mais que o Quico).

Nhonho veste-se com camisa e calças verde ou rosa claro, os quais também são cobertos por um macacão verde, laranja ou rosa escuro, com golas e mangas cheias de babados. Tem os dentes da frente maiores que os outros (o que os fazem sair dos lábios), cabelos bem lisos e mal penteados, com um fio grande se destacando para cima.

Nhonho é um garoto bem generoso, mas não quando se trata de comida. Ele acha que se der um pedacinho de seus lanches aos amigos vai fazer muita falta ao seu estômago.

Apesar de gordo, o filho do Senhor Barriga é muito ágil, e não deixa desaforos baratos: se defende a pancadas, ou melhor, a pançadas, lançando os amigos para longe. Apesar de inicialmente ter pouca importância no seriado, se destacou em 1980 quando Quico (Carlos Villagrán) saiu dos seriados.

Sua aparição aumenta na série animada, pois quando ocorreu a briga entre os atores Roberto Gómez Bolaños e María Antonieta de Las Nieves (intérprete da Chiquinha e Dona Neves) a personagem Chiquinha não apareceu. Nhonho se destacou e apareceu bastante, substituindo a função da Chiquinha em vários episódios (exceto nos episódios onde Chiquinha agia como menina, pois que fazia o papel era Pópis) e ganhando até mesmo o seu próprio choro constituído de "Orró-ih".

Bordões[editar | editar código-fonte]

  • Olha ele hein! Olha ele hein! Olha ele…(Quando o insultam ou o agridem)
  • Ai meu (substantivo, geralmente parte do corpo como costas ou estômago)! Ai meu (substantivo)!(Quando se machuca ou coisa assim)
  • Papai!! Papai!! Papaaaaaaaai!! (Quando acontece alguma coisa com ele)
  • Orrí-ih, Orró-ih (choro no El Chavo animado)
  • Ai meu papai! (quando está nervoso ou com medo)

Relação com outros personagens[editar | editar código-fonte]

Chaves - Nhonho possui uma relação amistosa com o Chaves. Mas, às vezes ele é o alvo dos apelidos e piadas por causa do peso e da barriga. Ainda assim, Nhonho sempre está disposto a dividir tudo com Chaves: brinquedos, o seu quarto, exceto comida, coisa do qual Chaves mais carece e que Nhonho tem uma grande compulsão. Este é um bom motivo para as brigas entre ambos.

Quico - Apesar de amigos, às vezes, disputam para ver quem tem o melhor brinquedo, ou a melhor atuação.

Pópis - Nhonho tem um relacionamento amistoso com Pópis. Os dois são apaixonados um pelo outro, o que não é demonstrado em muitos episódios. Em alguns episódios porém, Nhonho demonstra amor por Pópis, mas não é correspondido. Raramente ela zoa do peso dele.

Chiquinha - Têm um ótimo convívio, mas acaba sendo alvo de tentativas dela se aproveitar dele, apesar dele ser mais esperto e geralmente driblar as intenções dela. Ela é outra que, assim como as demais crianças, zoa do fato dele ser gordo.

Senhor Barriga - Possuem uma boa relação entre pai e filho, apesar de Nhonho ás vezes colocar seu pai em situações constrangedoras. Ambos são alvos de apelidos ligados á seu peso.

Professor Girafales - Costuma ser um dos alunos que mais respeitam o professor, além de ser um dos mais estudiosos, mesmo assim, volta e meia comete suas gafes.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

No Brasil o Nhonho teve vários dubladores brasileiros incluindo o falecido Mário Vilela. Eis alguns deles:

Roupas[editar | editar código-fonte]

Nhonho sempre aparece com macacão uma camiseta uma gravata apoiada na gola.Na primeira aparição usava um macacão bege,camiseta verde claro e uma gravata rosa que logo se tornaram verde e rosa o macacão eram do tom escuro das cores e também um macacão e gravata vermelhos e camiseta laranja.Quando virou quadro do programa Chespirito seu macacão era vermelho a camiseta amarela e a gravata azul que foram usados novamente no desenho animado.