Óleo de Lorenzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Star of life caution.svg
Advertência: A Wikipédia não é consultório médico nem farmácia.
Se necessita de ajuda, consulte um profissional de saúde.
As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento.

O óleo de Lorenzo (ou azeite de Lorenzo) é a designação de uma mistura, na proporção 4:1, de trioleína e trierucina, os triacilglicerois derivados, respetivamente, dos ácidos oleico e erúcico, preparados a partir dos óleos de oliva e colza.[1]

É ministrado a pessoas de blatocinetose portadoras da adrenoleucodistrofia (ALD), uma raríssima doença congênita e degenerativa, causada por falhas no cromossomo X.

Foi formulado por Augusto e Michaela Odone, pais de Lorenzo Odone — daí o nome — um garoto que sofria dessa degenerescência, e hoje é considerado um dos mais eficientes meios de tratamento da ALD.[2]

O óleo atua interrompendo a síntese dos ácidos graxos, estagnando a evolução de algumas doenças desmielinizantes (que destroem a bainha de mielina), como a ALD. [3] Existem muitas controvérsias sobre seu real benefício, e sua eficácia ainda está sendo avaliada.

A história de Lorenzo e a descoberta do remédio serviram de inspiração aos roteiristas de Lorenzo's Oil (1992).[2] Lorenzo Odone morreu aos 30 anos, em 30 de maio de 2008, um dia depois de fazer trinta anos, por causa de uma pneumonia.[2] Ele viveu 20 anos a mais que os médicos previram.[2]

Augusto Odone, pai de Lorenzo, fundou ainda o "The Myelin Project" (Projeto Mielina), criado em 1989 para encontrar a cura para doenças desmielinizantes, como a adrenoleucodistrofia.[4] Por sua imensa contribuição à ciência e à medicina, recebeu o título de Doutor honorário.[5]

Michaela Odone[editar | editar código-fonte]

Michaela Odone morreu na Itália em 12 de junho de 2000, aos 61 anos, de câncer no pulmão.

Tornou-se conhecida por ser a mãe de Lorenzo Odone e co-criadora, com seu marido Augusto, do que ficou conhecido como óleo de Lorenzo, medicamento supostamente capaz de tratar a rara doença degenerativa que acometia seu filho.[6]

Referências

  1. Shankar Vedantam. "A Real-Life Sequel to 'Lorenzo's Oil' - washingtonpost.com", Washington Post 2007-01-28, pp. A01. Página visitada em 2007-12-10.
  2. a b c d Christina Odone, The Guardian, Lorenzo Odone - Spirited as a child, he developed ALD and became the inspiration behind Lorenzo's oil, artigo de 4 de junho de 2008, escrito pela irmã do Lorenzo [em linha]
  3. Óleo de Lorenzo [em linha]
  4. O Projeto Mielina: Visão Geral [1]
  5. O ÓLEO DE LORENZO - Publicado em: 14/02/2007, por Heloisa Sobreiro de Araújo[2]
  6. Obituário de Micaela Odone no NY Times
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.