Óxido de tecnécio (VII)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Óxido de tecnécio (VII)
Alerta sobre risco à saúde
Tc2O7.png
Nome IUPAC Technetium(VII) oxide
Outros nomes Technetium heptoxide
Identificadores
Número CAS
Propriedades
Fórmula molecular Tc2O7
Aparência yellow solid
Ponto de fusão

119.5 °C

Ponto de ebulição

310.6 °C

Solubilidade em água hydrolysis to HTcO4
Riscos associados
Principais riscos
associados
radioactive
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Óxido de tecnécio (VII) é o composto de fórmula Tc2O7. Este sólido amarelo volátil é um dos raros exemplos de óxidos binários moleculares de metal, grupo do qual também fazem parte tetróxido de rutênio (RuO4), tetróxido de ósmio (OsO4) e o composto instável óxido de manganês (VII) (Mn2O7). O óxido de tecnécio (VII) adota uma estrutura centrossimétrica bi-tetraedral compartilhando uma aresta em que as ligações terminais Tc-O medem 167pm, as ligações na ponte Tc-O-Tc medem 184pm e o ângulo O-Tc-O mede 180°.[1]

O óxido é preparado pela oxidação de tecnécio a 450-500 °C:[2]

2 Tc + 3.5 O2 → Tc2O7

Ele é o anidrido do ácido pertecnécico e o precursor do pertecnetato de sódio:

Tc2O7 + 2 NaOH → 2 NaTcO4 + H2O

Referências

  1. Krebs, B.. (1969). "Technetium(VII)-oxid: Ein Übergangsmetalloxid mit Molekülstruktur im festen Zustand". Angewandte Chemie 81 (9): 328–329. DOI:10.1002/ange.19690810905.
  2. Herrell, A. Y.; Busey, R. H.; Gayer, K. H.. Technetium(VII) Oxide, in Inorganic Syntheses. [S.l.: s.n.], 1977. 155–158 pp. vol. XVII. ISBN 0-07-044327-0