ß

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A palavra utilissimæ escrita com o eszett em um livro de 1541.

ß (chamado de Eszett ou scharfes S, cujas pronúncias em AFI são, respectivamente, ['εstsεt] e [ʃarfəs εs]) é uma letra do alfabeto gótico incorporada ao alfabeto alemão, de base latina. É semelhante (embora não idêntica) esteticamente à letra beta (Β, β) do alfabeto grego, mas não deve ser confundida com esta última, que representa um som muito diferente. O eszett representa o fonema [s], como nas palavras Straße (rua) ou Fuß (pé).

Sua origem tipográfica não é a ligatura das letras que hoje representa em alemão (s longo medial e s curto final), mas sim a ligadura na escrita gótica das letras 's' e 'z', vindo daí a origem de seu nome (eszett em alemão significa S-Z).

O eszett é uma das únicas letras do alfabeto latino que não possui forma maiúscula, já que nunca ocorre inicialmente: não existem ocorrências iniciais de esse seguido de esse ou zê. Entretanto, há uma proposta de eszett maiúsculo para títulos em maiúsculas e versalete[1] . Outro exemplo é a letra antigamente usada na língua gronelandesa, kra (ĸ).

Na Suíça e no Liechtenstein, esta letra é raramente utilizada, em seu lugar usa-se o "ss" ou o "sz".[2]

Com a reforma ortográfica começada em 1996, o ß desapareceu em posição depois de vogal tónico convertendo-se em ss: *Schloß → Schloss (‹castelo›), *bißchen → bisschen (‹pouquinho›).

No teclado configurado para português, o "Eszett" é obtido pressionando Alt Gr e ao mesmo tempo a letra "s" (Alt Gr + s = ß ).

Referências

  1. Andreas Stötzner: Capital Double S. Proposal to the Unicode Consortium (PDF).
  2. Cf.: Duden: Die deutsche Rechtschreibung Mannheim: Dudenverlag ²⁵2009, p. 93.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre ß
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.