(Pronounced 'Lĕh-'nérd 'Skin-'nérd)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
(Pronounced 'Lĕh-'nérd 'Skin-'nérd)
Álbum de estúdio de Lynyrd Skynyrd
Lançamento 13 de agosto de 1973
Gravação 27 de março a 1 de maio de 1973
Studio One, Doraville
Gênero(s) Southern Rock
Blues Rock
Duração 43:03
Idioma(s) inglês
Produção MCA
Cronologia de Lynyrd Skynyrd
Último
Último
Second Helping
(1974)
Próximo
Próximo

(Pronounced 'Lĕh-'nérd 'Skin-'nérd) é o álbum de estreia da banda estadunidense Lynyrd Skynyrd, lançado em 1973, e traz algumas das canções mais famosas da banda, como "Tuesday's Gone", "Simple Man" e "Free Bird", que tornou a banda famosa nos Estados Unidos. O álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.[1]

O baixista Leon Wilkeson deixou a banda durante as primeiras sessões de gravação do álbum, participando apenas de duas faixas. O guitarrista do Strawberry Alarm Clock, Ed King, foi convidado para gravar o baixo no resto das músicas, uma vez que elas já haviam sido compostas por Wilkeson e estavam prontas para serem gravadas. Ed King, entretanto, permaneceu tocando com a banda e acabou por tornar-se um membro efetivo, de modo que eles passaram a contar com três guitarristas em seus shows. Terminada a gravação do álbum, Wilkeson resolveu retornar à banda, chegando pouco antes da foto da capa ser tirada — assim, ele apareceu na capa do álbum e embarcou com a banda para a turnê.

Na capa, os membros da banda aparecem, da esquerda para a direita: Leon Wilkeson, Billy Powell, Ronnie Van Zant, Gary Rossington (sentado), Bob Burns, Allen Collins e Ed King. A foto foi tirada na rua principal da cidade de Jonesboro, coincidentemente a alguns metros, atrás do fotógrafo, de onde seria rodada a cena de filme onde Burt Reynolds e Jerry Reed carregam a cerveja Coors em Smokey and the Bandit, quatro anos depois.

O álbum foi relançado em 2001 com faixas bônus, incluindo demos originais de algumas das músicas.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg[2]
Robert Christgau (A)[3]

Em 2003, o álbum alcançou a 401ª posição na Lista dos 500 melhores álbuns de sempre da revista Rolling Stone. Foram vendidas mais de duas milhões de cópias em todo mundo.[4]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Lado A
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "I Ain't the One"   Gary Rossington, Ronnie Van Zant 3:53
2. "Tuesday's Gone"   Allen Collins, Rossington, Zant 7:32
3. "Gimme Three Steps"   Collins, Zant 4:30
4. "Simple Man"   Rossington, Zant 5:57
Duração total:
21:52
Lado B
N.º Título Compositor(es) Duração
5. "Things Goin' On"   Rossington, Zant 5:00
6. "Mississippi Kid"   Al Kooper, Zant, Bob Burns 3:56
7. "Poison Whiskey"   Ed King, Zant 3:13
8. "Free Bird"   Collins, Zant 9:18
Duração total:
21:27

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Musical
Adicional
Técnicos

Referências