.NET Remoting

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

No ".NET Remoting" os aplicativos tem comunicação com sistemas remotos utilizando protocolos de comunicação HTTP e TCP e as informações podem trafegar em modo SOAP(Simple Object Access Protocol) ou binário. Aproveitando todos os recursos de um projeto WindowsForms com a facilidade de acessar informações remotas, estando em sua intranet ou até mesmo na internet. É mais conveniente como uma solução de alta performance para comunicação binária proprietária entre componentes

Classes[editar | editar código-fonte]

  • Serializable classes: marcadas com o atributo <Serializable>, podem ser passadas entre domínios de aplicação diferentes, seja como valor de retorno ou como parâmetros de métodos. Deve-se, primeiramente, serializar o objeto .NET para um string XML.
  • Remotable classes: derivam de System.MarshalByRefObject, permitindo serem chamadas remotamente.Conterão os métodos que serão invocados remotamente.

Objetos[editar | editar código-fonte]

  • SingleCall (objetos stateless) Criados automaticamente a cada invocação do método e permanecem instaciados apenas durante a duração do método. O cliente pode manter e utilizar a mesma referência, no entanto, cada chamada resulta na criação de um novo objeto. Possuir o menor overhead, já que não consome recursos do servidor quando não estão sendo utilizado.
  • Singleton (objetos statefull) Compartilhados por todos os clientes. Independentemente da quantidade de clientes, existe apenas uma única instância do objeto remoto. Este modo deverá ser utilizado somente em casos onde os componentes realmente necessitem compartilhar informações sincronizadas. Necessidade da criação de estruturas de controle de concorrência, como semáforos. Sérios problemas poderão ocorrer quando um dado é modificado simultneamente
  • Client-activated (objetos statefull) Sendo que existe uma instância separada para atender cada cliente
Ícone de esboço Este artigo sobre programação de computadores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.