1,1,1-Tricloroetano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Janeiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
1,1,1-Trichloroethane
Alerta sobre risco à saúde
1,1,1-trichloroethane-2D-skeletal.png 1,1,1-trichloroethane-3D-vdW.png
Nome IUPAC 1,1,1-trichloroethane
Outros nomes methyl chloroform, chlorothene, Solvent 111, Genklene
Identificadores
Número CAS 71-55-6
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C2H3Cl3 or CH3CCl3
Massa molar 133.40 g/mol
Aparência Colorless liquid
Densidade 1.32 g/cm³
Ponto de fusão

-33 °C, 240 K, -27 °F

Ponto de ebulição

74 °C, 347 K, 165 °F

Solubilidade em água insoluble in water
Riscos associados
Principais riscos
associados
Irritant to the upper respiratory tract. Causes severe irritation and swelling to eyes.
NFPA 704
NFPA 704.svg
1
3
1
 
Frases R R19 R20 R40 R59 R66
Frases S S9 S16 S24 S25 S46
S59
S61
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions 1,1,1-Trifluoroetano
Outros catiões/cátions Clorofórmio (triclorometano)
Haloetanos relacionados 1,1-Dicloroetano
1,1,2-Tricloroetano
1,1,1-Tricloro-2,2,2-trifluoroetano
1,1,1,2-Tetracloroetano
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

1,1,1-Tricloroetano é um haloalcano. Este líquido incolor e de aroma doce foi produzido industrialmente em grandes quantidades para ser usado como solvente[1] .

Referências

  1. Manfred Rossberg, Wilhelm Lendle, Gerhard Pfleiderer, Adolf Tögel, Eberhard-Ludwig Dreher, Ernst Langer, Heinz Rassaerts, Peter Kleinschmidt, Heinz Strack, Richard Cook, Uwe Beck, Karl-August Lipper, Theodore R. Torkelson, Eckhard Löser, Klaus K. Beutel, Trevor Mann “Chlorinated Hydrocarbons” in Ullmann's Encyclopedia of Industrial Chemistry 2006, Wiley-VCH, Weinheim. DOI:10.1002/14356007.a06_233.pub2