12,7 x 99 mm NATO

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Comparação entre os cartuchos.

O cartucho de 12,7 x 99 mm NATO ou .50 BMG leva em seu nome o nome da arma para a qual foi projetado, a .50 Browing Machine Gun. Esse cartucho foi projetado no início da década de 1910 e posto para uso oficial a partir de 1921, sendo assim fabricado em série. A munição é, praticamente, uma munição normal de fuzil (7,62 mm) com maiores dimensões e maior quantidade de pólvora. Atualmente essa munição é fabricada em várias versões: Ball (de ponta arredondada), Traçante (para observação), Armor-Piercing (para penetração de blindagens), incendiária (para alvos inflamáveis) e projéteis subcalibre.

Essa munição hoje, além da Browning M2, é usada para equipar vários fuzis de precisão (como o Barrett M107) e outras metralhadoras calibre 12,7 mm.

No uso em tiro de precisão foi registrado o novo recorde de tiro fatal em distância, onde um atirador das Forças Canadenses chamado Robert Furlong matou um soldado Talibã a 2 430 metros de distância com sua MacMillan TAC-50 na campanha do Afeganistão.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 12,7 x 99 mm NATO


Este artigo relativo a armas de fogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.