15º Batalhão de Infantaria Motorizado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


15º Batalhão de Infantaria Motorizado
Estado  Paraíba
Subordinação 7ª Brigada de Infantaria Motorizada
Sigla 15º B I Mtz
Criação 1870
Comando
Comandante Ten Cel Marcos Augusto Costa Bastos1
Sede
Endereço Cruz das Armas


O 15º Batalhão de Infantaria Motorizado (15º BI Mtz), Regimento Vidal de Negreiros, é um batalhão militar do Exército Brasileiro, situado em João Pessoa, subordinado à 7ª Brigada de Infantaria Motorizada, sediada em Natal. Seu nome histórico é uma homenagem a André Vidal de Negreiros.

História[editar | editar código-fonte]

As origens do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado remontam ao ano de 1870, pela criação da 8ª Companhia de Infantaria, em Desterro, Santa Catarina, pelo Decreto nº 4.572, de 12 de agosto daquele ano2 .

Pelo Decreto nº 10.615, de 18 de agosto de 1888, a companhia é absorvida pela criação do 25º Batalhão de Infantaria, que se transfere para a cidade de Porto Alegre, em 1908, e onde recebe a denominação de 56º Batalhão de Caçadores, pelo Decreto nº 6.971, de 4 de junho.2

Enquanto isso, em 1894, é criado o 40º Batalhão de Infantaria, na cidade de Belém, pelo Decreto nº 1681, de 28 de fevereiro. Após participar da 4º Expedição à Guerra de Canudos, é transferido para a cidade do Recife, em 1897, onde é transformado em 49º Batalhão de Caçadores a 10 de fevereiro de 1909. Em 16 de novembro de 1919 é transferido para a cidade de João Pessoa, onde recebe a denominação de 22º Batalhão de Caçadores, pelo Decreto nº 13.916, de 11 de dezembro.2

Entre 1910 e 1920, o 56º Batalhão de Caçadores fica sediado na cidade do Rio de Janeiro, participando da Guerra do Contestado em 1914 e tem sua denominação mudada para 2º Batalhão de Caçadores, pelo Decreto nº 13.916, de 11 de dezembro de 1919. Entre 1920 e 1939, o batalhão seria sediado nas cidades de Niterói, Petrópolis e Recife2 .

Pelo Decreto nº 3.334, de 6 de junho e Aviso nº 1.765, de 10 de junho de 1941 é criado o 15º Regimento de Infantaria, servindo como base para sua formação os oficiais e praças do 2º Batalhão de Caçadores destacado em Recife e do 22º Batalhão de Caçadores de João Pessoa, tendo sido a nova Unidade organizada no dia 1 de agosto de 19412 .

Pela Portaria Reservada nº 1312, de 29 de janeiro de 1949, é reduzido o efetivo a um Batalhão tipo II, passando a ser I/15º RI. Pela Portaria Reservada nº 1310, de 18 de fevereiro de 1950, passa novamente a 15º Regimento de Infantaria, sendo que em janeiro de 1967, pela Portaria Reservada nº 109, de 1 de novembro de 1966, passa novamente a I/15º RI2 .

Em 1 de janeiro de 1974, em cumprimento ao Plano de Reorganização do Exército, publicado na Portaria Reservada nº 043, de 7 de novembro de 1973, foi o I/15º RI transformado em 15º Batalhão de Infantaria Motorizado2 .

Pelo Decreto nº 56.833, de 3 de setembro de 1965 e ratifcado pela Portaria Ministerial n.º 148, de 10 de fevereiro de 1982 o 15º Batalhão de Infantaria Motorizado passa a ser denominado historicamente como Regimento Vidal de Negreiros.2

Atuação[editar | editar código-fonte]

O 15º B I Mtz conta com duas Companhias de Fuzileiros, uma Companhia de Comando e Apoio e um Núcleo Preparatório de Oficiais da Reserva. Realiza também os trabalhos de fiscalização de entrega de água (via carro-pipa) no sertão paraibano.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]