Comandos Regionais de Polícia Militar (PMPR)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Comandos Regionais de Polícia Militar
QuartelRegSeg.jpg
Fachada antiga do Quartel do Comando Geral (QCG).
País  Brasil
Estado  Paraná
Corporação Bandeira PMPR.png PMPR
Subordinação Subcomandante Geral
Missão Planejamento e coordenação das unidades operacionais da PMPR
Sigla CRPM
Criação 2010
Sede
Internet 3° Batalhão de Polícia Militar

6° Batalhão de Polícia Militar
14° Batalhão de Polícia Militar
16° Batalhão de Polícia Militar
3ª Cia / 9° Batalhão de Polícia Militar

Os Comandos Regionais de Polícia Militar (CRPM) são escalões intermediários de comando, responsáveis pelo policiamento ostensivo e pela preservação da ordem pública perante o Subcomandante-Geral da Polícia Militar do Paraná (PMPR). Eles atuam como órgão de planejamento e coordenação dos batalhões e companhias de polícia militar, responsáveis pela organização, supervisão, fiscalização, direção e controle das atividades, no âmbito de suas respectivas circunscrições territoriais.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O primeiro desdobramento da corporação ocorreu com a criação dos Regimentos de Segurança em 1958,[1] nos quais foram reunidos os batalhões operacionais.

Regimento Coronel Dulcídio
Regimento Coronel João Gualberto
Batalhão de Guardas
I Batalhão Policial
Batalhão de Sinaleiros de Trânsito
II Batalhão Policial
Esquadrão de Polícia Montada
III Batalhão Policial

Em 1967 esses regimentos foram desativados[2] e criadas sete Regiões Policiais Militares (RPM).[3]

1ª RPM
Ponta Grossa
2ª RPM
Jacarezinho
3ª RPM
Pato Branco
4ª RPM
Maringá
5ª RPM
Londrina
6ª RPM
Paranaguá
7ª RPM
Curitiba

Em 1969 as RPM foram reestruturadas e aumentadas para nove.[4]

1ª RPM
Curitiba
2ª RPM
Paranaguá
3ª RPM
Ponta Grossa
4ª RPM
Jacarezinho
5ª RPM
Pato Branco
6ª RPM
Maringá
7ª RPM
Londrina
8ª RPM
Cascavel
9ª RPM
Cruzeiro do Oeste

Comandos de Policiamento[editar | editar código-fonte]

Em 1976, pela Lei de Organização Básica (LOB)[5] da PMPR foi criado o Comando de Policiamento da Capital (CPC) e o Comando de Policiamento do Interior (CPI); operacionalmente ativados em 2 de agosto do mesmo ano.[6]

Brasão do I Batalhão Policial.
Antigo brasão do CPI.

Comando de Policiamento da Capital

12° Batalhão de Polícia Militar
Batalhão de Polícia de Trânsito
13° Batalhão de Polícia Militar
Batalhão de Policía de Guardas
17° Batalhão de Polícia Militar
Companhia de Polícia de Guarda Independente
20° Batalhão de Polícia Militar
Companhia de Polícia de Choque
Regimento de Polícia Montada

Comando de Policiamento do Interior

1° Batalhão de Polícia Militar
16° Batalhão de Polícia Militar
2° Batalhão de Polícia Militar
18° Batalhão de Polícia Militar
3° Batalhão de Polícia Militar
19° Batalhão de Polícia Militar
4° Batalhão de Polícia Militar
Batalhão de Polícia Ambiental
5° Batalhão de Polícia Militar
Batalhão de Polícia Rodoviária
6° Batalhão de Polícia Militar
Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária
7° Batalhão de Polícia Militar
1ª Companhia Independente de Polícia Militar
8° Batalhão de Polícia Militar
2ª Companhia Independente de Polícia Militar
9° Batalhão de Polícia Militar
3ª Companhia Independente de Polícia Militar
10° Batalhão de Polícia Militar
4ª Companhia Independente de Polícia Militar
11° Batalhão de Polícia Militar
5ª Companhia Independente de Polícia Militar
14° Batalhão de Polícia Militar
Companhia Independente de Polícia Portuária
15° Batalhão de Polícia Militar

Em 2010, devido ao expressivo aumento do número de batalhões e companhias, foi alterada[7] a Lei de Organização Básica, e os Comandos de Policiamento foram transformados em sete Comandos Regionais de Polícia Militar (CRPM).[8]

1° CRPM
Curitiba
2° CRPM
Londrina
3° CRPM
Maringá
4° CRPM
Ponta Grossa
5° CRPM
Cascavel
6° CRPM
São José dos Pinhais
7° CRPM
Curitiba

1° Comando Regional de Polícia Militar[editar | editar código-fonte]

12º Batalhão de Polícia Militar

O 12° BPM originou-se do antigo Batalhão de Guardas (BG) criado em 1952.[9] Em 1977 a estrutura operacional da PMPR foi reorganizada, e o BG passou a ser denominado como 12° Batalhão de Polícia Militar.[10]

13º Batalhão de Polícia Militar

O 13° BPM originou-se do policiamento de radiopatrulha (RP)[11] implantado na PMPR em 1968.[12] Em 1976 a unidade passou a designar-se como 13° Batalhão de Polícia Militar.[13]

20º Batalhão de Polícia Militar - Curitiba

O 20º BPM originou-se da remodelação do Regimento de Polícia Montada.[14] Até 2006 o RPMon era uma unidade mixta, composto por esquadrões hipomóveis e esquadrões motorizados; passando então a ser constituído unicamente por esquadrões hipomóveis. Sua área de atuação estava circunscrita ao extinto Comando de Policiamento da Capital; sendo a partir dessa data estendida a todo o território estadual. A Unidade foi então criada sobreposta à antiga circunscrição territorial do RPMon. O 20° BPM tem jurisdição sobre vinte e nove bairros, do Alto Boqueirão ao Cachoeira, abrangendo seiscentos e vinte mil mil habitantes. Pertence ainda ao 20º BPM a primeira Unidade Paraná Seguro (UPS) do Estado, implantada no Uberaba.
1ª Companhia
Juvevê
2ª Companhia
Jardim da Américas
3ª Companhia
Bairro Alto
4ª Companhia
Boqueirão

23º Batalhão de Polícia Militar

Oficialmente criado em 06 de Junho de 2012.[8]

Batalhão de Polícia de Trânsito

Desde 1913 o policiamento de trânsito era feito exclusivamente pela Guarda Civil do Paraná, segmento uniformizado da atual Polícia Civil do Estado. Em 1952, por entendimento entre o Chefe de Polícia e o Diretor do Departamento de Trânsito, esse serviço passou a ser realizado também pela Polícia Militar. E em 1976 recebeu a atual denominação de Batalhão de Polícia de Trânsito.[15]

Companhia Independente de Polícia de Guarda

Em 1953 a então primeira companhia do Batalhão de Guardas (BG) assumiu em caráter permanente a guarda do Palácio Iguaçu.[16] Em 1967 essa unidade adquiriu autonomia,[17] e em 1999 recebeu sua atual designação como Companhia Independente de Polícia de Guarda (CIPGd).

2° Comando Regional de Polícia Militar[editar | editar código-fonte]

Brasão do II Batalhão Policial.

2º Batalhão de Polícia Militar - Jacarezinho

O 2° BPM foi oficialmente criado em 1953, com a denominação de II Batalhão Policial;[18] constituído por duas Companhias Isoladas.[19] A Unidade tinha sede em Curitiba e era responsável por fornecer o efetivo para os destacamentos do interior do Estado. Em 1967 houve uma remodelação na estrutura operacional da PMPR; sendo criadas sete Regiões Policiais Militares (RPM).[3] Os batalhões receberam a designação de Batalhão de Polícia Militar; passando o 2° Batalhão de Polícia Militar a ter sua sede na cidade de Jacarezinho, com uma nova área de operação.
1ª Companhia
Santo Antônio da Platina
2ª Companhia
Wenceslau Braz
3ª Companhia
Ibaiti
Antigo brasão do 5° BPM.

5º Batalhão de Polícia Militar - Londrina

O 5º BPM foi oficialmente criado em 1967,[3] constituído pela então 3ª Cia do 2º Batalhão de Polícia Militar; tendo assumido o primeiro comandante da Unidade em 11 de setembro do mesmo ano.[20]

10º Batalhão de Polícia Militar - Apucarana

O 10° BPM foi oficialmente criado em 1977,[21] constituído por destacamentos do 5º BPM; e efetivamente instalado em 24 de Outubro do mesmo ano.
1ª Companhia
Apucarana
2ª Companhia
Jandaia do Sul

15º Batalhão de Polícia Militar - Rolândia

O 15° BPM foi criado em 1985,[22] com o desmembramento de uma das companhias do 5° BPM.
1ª Companhia
Rolândia
2ª Companhia
Porecatu
3ª Companhia
Sertanópolis

18º Batalhão de Polícia Militar - Cornélio Procópio

O 18° BPM foi oficialmente criado em 1994,[23] constituído pela então 2ª Cia do 2° BPM; tendo sido efetivamente instalado em 6 de março de 1995.
1ª Companhia
Cornélio Procópio
2ª Companhia
Bandeirantes
3ª Companhia
Assaí

4ª Companhia Independente de Polícia Militar - Londrina

A 4ª CIPM foi criada em 25 de Abril de 2007, com a responsabilidade de prover o policiamento da região norte da cidade de Londrina; a qual tem uma população aproximada de cento e oitenta mil habitantes.[24]

6ª Companhia Independente de Polícia Militar - Ivaiporã

A 6ª CIPM foi criada em 01 de Outubro de 2010,[25] com responsabilidade pelos municípios de Ivaiporã, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Borrazópolis, Cruzmaltina, Faxinal, Godoy Moreira, Grandes Rios, Jardim Alegre, Lidianópolis, Lunardelli, Rio Branco do Ivaí, Rosário do Ivaí e São João do Ivaí[26] .

7ª Companhia Independente de Polícia Militar - Arapongas

A 7ª CIPM foi criada em 01 de Outubro de 2010,[27] e é responsável pelos municípios de Arapongas e Sabáudia.

3° Comando Regional de Polícia Militar[editar | editar código-fonte]

4º Batalhão de Polícia Militar - Maringá

O 4° BPM foi oficialmente criado em março de 1967;[28] iniciando efetivamente suas atividades em maio do mesmo ano.
1ª Companhia
Maringá
2ª Companhia
Marialva
3ª Companhia
Colorado
4ª Companhia
Sarandi

7º Batalhão de Polícia Militar - Cruzeiro do Oeste

O 7° BPM foi oficialmente criado em 1968,[29] constituído pela então quarta companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar; e efetivamente instalado em 3 de julho de 1970. Atualmente (2014) é responsável pelos municípios de Cruzeiro do Oeste, Mariluz, Tuneiras do Oeste, Tapejara, Rondon, Guaporema, Cidade Gaúcha, Nova Olímpia, Tapira, Goioerê, Moreira Sales, Quarto Centenário e Rancho Alegre d'Oeste.[30]

8º Batalhão de Polícia Militar - Paranavaí

O 8° BPM foi oficialmente criado em 1968,[31] e efetivamente instalado no dia 30 de junho de 1970, foi criado pelo Decreto Estadual nº 11.586. Sua área de atuação abrange a região Noroeste do Estado do Paraná, atingindo as fronteiras com os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, atendendo a 35 municípios, sendo:
1ª Companhia
Paranavaí
2ª Companhia
Loanda
3ª Companhia
Nova Esperança

11º Batalhão de Polícia Militar - Campo Mourão

Em 1976 a então 2ª Cia do 7° BPM adquiriu autonomia, passando a denominar-se Companhia Independente de Campo Mourão.[32] Em 1977 essa companhia constituiu-se no 11° Batalhão de Polícia Militar.[33] Responsável pelo policiamento ostensivo e preservação da ordem pública nos municípios de Campo Mourão, Araruna, Corumbataí do Sul, Farol, Iretama, Luiziania, Mamborê, Roncador, Engenheiro Beltrão, Barbosa Ferraz, Fênix, Peabiru, Quinta do Sol, Boa Esperança, Janiópolis, Altamira do Paraná, Campina da Lagoa, Juranda, Nova Cantu e Ubiratã.

25º Batalhão de Polícia Militar - Umuarama

O 25º BPM foi oficialmente criado em 29 de Janeiro de 2014, constituído pela antiga 5ª CIPM,[34] e efetivamente instalado em 20 de Março de 2014, com a posse de seu primeiro comandante.[35] O 25º BPM é responsável pelo policiamento ostensivo e pela preservação da ordem pública nos municípios de Umuarama, Maria Helena, Douradina, Ivaté, Icaraíma, Alto Paraíso, Esperança Nova, Xambrê, São Jorge do Patrocínio, Pérola, Altônia, Cafezal do Sul, Perobal, Francisco Alves, Iporã, Alto Piquiri e Brasilândia do Sul.

5ª Companhia Independente de Polícia Militar - Cianorte

A 5ª CIPM foi criada em 2008,[36] constituída pela 2ª Cia do 7º BPM. Em 29 de Janeiro de 2014 a sede da 5ª CIPM foi transferida de Umuarama para Cianorte (antiga 3ª Cia do 11º BPM), com responsabilidade sobre os municípios de Cianorte, Indianópolis, Japurá, Jussara, São Manoel do Paraná, São Tomé e Terra Boa.

4° Comando Regional de Polícia Militar[editar | editar código-fonte]

Destacamento do 1° BPM na cidade de Palmeira.

1º Batalhão de Polícia Militar - Ponta Grossa

O 1º BPM originou-se da dissolução do 1º Batalhão de Infantaria em 1952; o que deu origem à formação do Batalhão de Guardas e do Batalhão Policial.[9] A OPM recebeu a denominação de I Batalhão Policial em 1953,[18] sendo efetivamente instalado em 25 de maio do mesmo ano.
Inicialmente a Unidade tinha sede em Curitiba e era responsável por fornecer o efetivo para os destacamentos do interior do Estado. Em 1967 houve uma remodelação na estrutura operacional da PMPR, e a confusa malha de destacamentos policiais dos batalhões foi concentrada em sete Regiões Policiais Militares (RPM).[3] Os batalhões receberam a designação de Batalhão de Polícia Militar; passando o 1º BPM a ter sua sede na cidade de Ponta Grossa, constituído com uma nova área de operação.

16º Batalhão de Polícia Militar - Guarapuava

O primeiro destacamento policial militar de Guarapuava é de 1868, então constituído por seis policiais militares. Em 1976 a então 5ª Cia do 1° BPM adquiriu autonomia e passou a ser designada como 3ª Companhia Independente de Polícia Militar.[37] Seu efetivo era de cento e nove policiais, abrangendo sete municípios, com população aproximada de 400.000 habitantes, distribuída numa área de 23.247,393 Km².[38]
Em 1984 passou a contar com cento e cinquenta e sete policiais militares. [39] E em 1989 essa companhia foi transformada no 16º Batalhão de Polícia Militar.[40]
Em 1996 foi formado o primeiro pelotão de policiais feminas, com quarenta militares, na unidade.[41]
1ª Companhia
Guarapuava
2ª Companhia
Laranjeiras do Sul
3ª Companhia
Pitanga
4ª Companhia
Prudentópolis
Projeto social Campeões da Vida
O projeto social Campeões da Vida foi desenvolvido pelo Capitão Cristiano Cubas, oficial do 16º BPM, campeão nacional de Jiu Jitsu por duas vezes. O projeto visa a inclusão social de crianças especiais da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), bem como seu desenvolvimento neural e psicomotor. Participam do projeto crianças e adultos de diversas idades que fazem parte da instituição de reabilitação, e as atividades são realizadas toda terça-feira, no período da manhã e da tarde, na sala de lutas do 16º BPM.[42]
Sede da 1ª Companhia Independente, Lapa.

1ª Companhia Independente de Polícia Militar - Lapa

A 1ª CIPM foi oficialmente criada em abril de 1977,[43] constituída por destacamentos da 4ª Companhia do 1° Batalhão de Polícia Militar; sendo efetivamente instalada em agosto do mesmo ano.[44]
1° Pelotão
Lapa
2° Pelotão
Rio Negro
3° Pelotão
São Mateus do Sul

2ª Companhia Independente de Polícia Militar - União da Vitória

A 2ª CIPM foi oficialmente criada em janeiro de 1976,[45] constituída pela 2ª Companhia do 3° Batalhão de Polícia Militar; sendo efetivamente instalada em outubro do mesmo ano.[46]
Devido ter sido a cidade de União da Vitória um importante centro de resistência aos revoltosos no Conflito do Contestado, e posição estratégica de onde partiu o Regimento de Segurança (antiga designação da Polícia Militar do Paraná) para o Combate do Irani; em 2004, a 2ª CIPM recebeu do Governo do Estado a denominação de Companhia Heróis do Contestado.[47]

3ª Companhia Independente de Polícia Militar - Telêmaco Borba

A 3ª CIPM foi oficialmente criada em 2004,[48] ao adquirir autonomia do 1º Batalhão de Polícia Militar.
1° Pelotão
Telêmaco Borba
2° Pelotão
Curiúva
3° Pelotão
Telêmaco Borba

8ª Companhia Independente de Polícia Militar - Irati

A 8ª CIPM foi criada em 14 de Outubro de 2010,[49] e é responsável pelo policiamento dos municípios de Irati, Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Imbituva, Inácio Martins, Ipiranga, Ivaí, Rebouças, Rio Azul e Teixeira Soares.

5° Comando Regional de Polícia Militar[editar | editar código-fonte]

3º Batalhão de Polícia Militar - Pato Branco

O 3º BPM foi oficialmente criado em 1958,[50] e efetivamente instalado em 8 de julho de 1966. Após anos de reivindicação da população local, as companhias de Francisco Beltrão e Santo Antônio do Sudoeste foram desmembradas e transformadas no 21º BPM.
1ª Companhia
Pato Branco
2ª Companhia
Palmas
3ª Companhia
Coronel Vivida

6º Batalhão de Polícia Militar - Cascavel

O 6° BPM foi oficialmente criado em 1968,[29] constituído pela então 3ª companhia do 3º BPM; e efetivamente instalado em 5 de dezembro de 1969.
1ª Companhia
Cascavel
2ª Companhia
Quedas do Iguaçu
3ª Companhia
Matelândia
4ª Companhia
Corbélia

14º Batalhão de Polícia Militar - Foz de Iguaçu

O policiamento de Foz de Iguaçu se iniciou em 1884, com a presença do primeiro policial militar. A partir de então a PMPR se fez presente por destacamentos de diversas unidades: do 1° Batalhão de Caçadores em 1900 ao 6° Batalhão de Polícia Militar em 1975. Em 1966 a cidade passou a ser sede da 3ª Companhia do 6º BPM, e em 1975 essa companhia adquiriu autonomia; constituindo-se na 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (4ª CIPM).[51] Efetivamente implantada em 1976,[52] com abrangência sobre Santa Terezinha de Itaipu. Em 1985 a 4ª CIPM foi transformada no atual 14° BPM,[53]
1ª Companhia
Santa Terezinha de Itaipu
2ª Companhia
Medianeira

19º Batalhão de Polícia Militar - Toledo

O 19º BPM foi oficialmente criado em 2004,[54]
1ª Companhia
Toledo
2ª Companhia
Marechal Cândido Rondon
3ª Companhia
Assis Chateaubriand

21º Batalhão de Polícia Militar - Francisco Beltrão

O 21° BPM foi oficialmente criado em 01 de Outubro de 2010.[55]
1ª Companhia
Francisco Beltrão
2ª Companhia
Dois Vizinhos
3ª Companhia
Santo Antônio do Sudoeste
4ª Companhia
Capanema

6° Comando Regional de Polícia Militar[editar | editar código-fonte]

9º Batalhão de Polícia Militar - Paranaguá

O 9º BPM possui origem no antigo Corpo de Polícia Portuária (CPP), oficialmente criado em 1964.[56] Em 1977 o CPP recebeu a atual designação de 9° Batalhão Policial Militar.[57]

17º Batalhão de Polícia Militar - São José dos Pinhais

Antes da criação do 17° BPM o município de São José dos Pinhais era guarnecido pelo 2º Esquadrão do Regimento de Polícia Montada.[8] O 17º Batalhão de Polícia Militar foi criado em 1990,[58] e tinha por objetivo dar atendimento a toda região metropolitana de Curitiba. O efetivo inicial da Unidade foi constituído com integrantes do Regimento de Polícia Montada, 12° Batalhão de Polícia Militar, 13° Batalhão de Polícia Militar, Batalhão de Polícia de Guardas e da Companhia Independente de Polícia de Guarda.
A primeira sede do 17º BPM funcionou em uma antiga escola municipal, construída em 1981 no Conjunto Urano. E em 1989 foi colocado em negociação o terreno em que atualmente a unidade funciona. Em 11 de Agosto de 1991 a sede definitiva foi inaugurada no Bairro Costeira, apenas com o prédio principal. Em 1999 foi efetuada uma revitalização das instalações do quartel, sendo inaugurado um campo de futebol e uma pista de corrida. No ano 2009, sob o comando do Tenente-coronel Washington Lee Abe, foi concluída a construção do estande de tiro, onde anteriormente havia um depósito de pneus. A construção contou com o apoio de pessoas da comunidade e de policiais militares; os quais dedicaram-se para que em 1 de julho de 2010 o estande fosse inaugurado, recebendo a denominação de Coronel Keiji Abe.[8]
1ª Companhia
São José dos Pinhais
2ª Companhia
Araucária
3ª Companhia
Campo Largo

22º Batalhão de Polícia Militar - Colombo

O 22° BPM foi oficialmente criado em 21 de Maio de 2012, constituído pela 4ª e 5ª Companhia do 17° BPM.[8]
1ª Companhia
Colombo
2ª Companhia
Almirante Tamandaré
3ª Companhia
Rio Branco do Sul
4ª Companhia
Campina Grande do Sul

Batalhão de Polícia de Guardas - Piraquara

7° Comando Regional de Polícia Militar[editar | editar código-fonte]

O 7º CRPM, também denominado como Comando de Operações e Eventos, está sediado em Curitiba, e é responsável pelos policiamentos especializados de todo o Estado do Paraná.[59]

Regimento de Polícia Montada - Curitiba
Batalhão de Polícia Militar Ambiental - Curitiba
Batalhão de Polícia Militar Rodoviária - Curitiba
Batalhão de Polícia Militar Escolar - Curitiba
Batalhão de Operações Especiais - Curitiba
Batalhão de Polícia de Fronteira - Marechal Cândido Rondon
Centro de Operações Policiais Militares (COPOM) - Paranaguá

Notas e referências

  1. Lei n° 3.721, de 18 de julho de 1958.
  2. Boletim do Comando Geral n° 04, de 5 de janeiro de 1967.
  3. a b c d Decreto n° 6.620, de 11 de setembro de 1967.
  4. Decreto n° 14.818, 08 de Abril de 1969.
  5. Lei Estadual n° 6.774, de 08 de Janeiro de 1976.
  6. Boletim do Comando Geral n° 145, de 2 de agosto de 1976.
  7. Lei Estadual 16.575, de 28 de setembro de 2010.
  8. a b c d e Decreto 4.905, de 06 de Junho de 2012.
  9. a b Lei n° 925, de 22 de setembro de 1952.
  10. Decreto n° 3.229, 19 de abril de 1977.
  11. Esse tipo de policiamento já era aplicado pela extinta Guarda Civil do Paraná, possivelmente desde a década de 1950.
  12. Decreto n° 5.797, de 24 de junho de 1968.
  13. Decreto Lei n° 3.239, de 19 abril de 1976.
  14. Decreto n° 6.733, de 07 de junho de 2006. Publicado no Diário Oficial n° 7.242, de 07 de junho de 2006.
  15. Lei n° 6.774, de 08 de janeiro de 1976.
  16. Boletim do Comando Geral n° 129, de 1953.
  17. Decreto Lei n° 4.437, de 14 de março de 1967,
  18. a b Lei 1.130, de 09 de abril de 1953.
  19. Uma dessas companhias fora criada pela Lei n° 925, de 22 de setembro de 1952. E a outra companhia era a 1ª Cia do Centro de Preparação Militar, criado pelo Decreto nº 1.380, de 18 de junho de 1931; a qual havia se tornado isolada devido a transformação da 2ª Cia na Companhia de Guardas Sinaleiros de Trânsito.
  20. Decreto nº 6.800, de 18 de setembro de 1967.
  21. Decreto Lei nº 3.289, de 19 de Abril de 1977.
  22. Decreto n° 5.504, de 08 de maio de 1985.
  23. Decreto Governamental nº 4.511, de 29 de dezembro de 1994.
  24. Página oficial da Polícia Militar do Paraná - 4ª Cia Ind PM - Londrina.
  25. Decreto Estadual 8.477, de 01 de Outubro de 2010.
  26. Página oficial da Polícia Militar do Paraná - 6ª Cia Ind PM - Londrina.
  27. Decreto Estadual 8.479, de 01 de Outubro de 2010.
  28. Decreto Lei nº 4.437, de 14 de março de 1967.
  29. a b Decreto Lei n° 5.797, de 24 de junho de 1968.
  30. Decreto Estadual 10.006, de 29 de Janeiro de 2014.
  31. Lei Estadual nº 5.797, de 24 de junho de 1968.
    Publicado no Diário Oficial n° 144, de 22 de agosto de 1968.
  32. Portaria do Comando Geral n° 371, de 31 de agosto de 1976.
  33. Decreto nº 3.239, de 19 de abril de 1977.
  34. Jornal Umuarama Ilustrado Richa reforça segurança do Noroeste com criação de novo batalhão em Umuarama.
  35. Página oficial da PMPR - Solenidade marca inauguração e posse de comando de batalhão da PM em Umuarama.
  36. Decreto Estadual 3.831, de 19 de novembro de 2008.
  37. Portaria do Comando Geral nº 471, de 24 de novembro de 1976.
  38. Página oficial do 16° Batalhão de Polícia Militar.
  39. Decreto Estadual 3.413, de 21 de Julho de 1984.
  40. Decreto nº 5.195, de 14 de junho de 1989.
  41. Polícia Militar, onde as mulheres buscam a igualdade na diferença.
  42. Página oficial da Polícia Militar do Paraná.
  43. Decreto nº 3.229, de 19 de abril de 1977.
  44. Portaria do Comando Geral nº 106, de 15 de agosto de 1977.
    Publicada no Boletim Geral nº 153, de agosto de 1977.
  45. Lei Estadual nº 6.774, de 08 de janeiro de 1976.
  46. Portaria Comando Geral nº 433, de 26 de outubro de 1976.
  47. Decreto n° 2.837, de 22 de abril de 2004. Publicado no Diário Oficial n° 6.713, de 22 de abril de 2004.
  48. Decreto nº 2.834, de 22 de abril de 2004.
  49. Decreto Estadual 8.531, de 14 de Outubro de 2010.
  50. Decreto n° 3.277 de 18 de Julho de 1.958.
  51. Portaria 2.777, de 1 de Março de 1975.
  52. Boletim do Comando Geral n° 120, de 28 de Junho de 1976.
  53. Decreto n° 5.404, de 8 de maio de 1985.
  54. Decreto n° 2.834, de 22 de abril de 2004.
  55. Decreto Estadual Nº 8.481, de 01 de Outubro de 2010.
  56. Decreto Lei n° 16.316, de 27 de outubro de 1964.
  57. Decreto n° 3.239, de 19 de abril de 1977.
  58. Decreto n° 7.073, de 10 de julho de 1990.
  59. Decreto Estadual 4.905, de 06 de Junho de 2012.