1757

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SÉCULOS: Século XVII - Século XVIII - Século XIX
DÉCADAS: 1700 1710 1720 1730 1740 - 1750 - 1760 1770 1780 1790 1800
ANOS: 1752 1753 1754 1755 1756 - 1757 - 1758 1759 1760 1761 1762
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource

1757 em outros calendários
Calendário gregoriano 1757
MDCCLVII
Ab urbe condita 2510
Calendário arménio N/A
Calendário chinês 4453 – 4454
Calendário hebraico 5517 – 5518
Calendários hindus
- Vikram Samvat
- Shaka Samvat
- Kali Yuga

1812 – 1813
1679 – 1680
4858 – 4859
Calendário persa 1135 – 1136
Calendário islâmico 1170 – 1172
Calendário rúnico 2007

1757 (MDCCLVII, na numeração romana) foi um ano comum, de 365 dias, do Calendário Gregoriano, a sua letra dominical foi B, teve 52 semanas, início a um sábado, e terminou também a um sábado.

-

Eventos[editar | editar código-fonte]


Nascimentos[editar | editar código-fonte]

Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Por tema[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. São Jorge, Açores, Guia do Património Cultural. Edição Atlantic View – Actividades Turísticas, Lda. Dep. Legal n.º 197839/03. ISBN 972-96057-2-6, 1ª edição, 2003.
  2. São Jorge, Açores, Guia do Património Cultural. Edição Atlantic View – Actividades Turísticas, Lda. Dep. Legal n.º 197839/03. ISBN 972-96057-2-6, 1ª edição, 2003.
  3. Jornal Açores, 1955.
  4. São Jorge, Açores, Guia do Património Cultural. Edição Atlantic View – Actividades Turísticas, Lda. Dep. Legal n.º 197839/03. ISBN 972-96057-2-6, 1ª edição, 2003.

Notas

  1. Dos grandes deslizamentos resultou um maremoto que atingiu todo o Grupo Central dos Açores, incluindo a ilha Terceira. Pelo menos 1053 pessoas morreram em São Jorge e 11 no Pico. "O terramoto foi tal que a norte desta ilha, distância de 100 braças, pouco mais, se levantaram dezoito ilhotas, umas maiores que outras". Apareceram todas na manhã do dia 10 de Julho. "É navegável o mar entre as ditas, e a ilha". Nas Fajãs dos Vimes, na Fajã de São João e na Fajã dos Cubres, se moveu a terra, voltando-se do centro para cima, de sorte que nelas não há sinal [de] onde houvesse edifício". No Faial o sismo foi sentido sem causar grandes danos


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 1757