1G

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Os telemóveis de primeira geração ou 1G são analógicos, já que enviam a informação sobre ondas cuja forma varia de forma continua. Estes somente podem ser usados para comunicação por voz e têm uma qualidade de ligação altamente variável devido à interferência. Outra desvantagem é a baixa segurança que proporcionam, já que é relativamente simples escutar ligações alheias através de um sintonizador de rádio assim como a usurpação de freqüência podendo creditar as ligações na conta de um terceiro.

Um desses padroes é o NMT (Nordic Mobile Telephone), utilizado nos países nórdicos, Suíça, Holanda, Europa Oriental e Rússia. Outros incluem AMPS (Advanced Mobile Phone System) utilizados na América do Norte e Austrália, TACS (Total Access Communications System) no Reino Unido, C-450 na Alemanha Ocidental, Portugal e África do Sul, Radiocom 2000 na França e na Itália RTMI . No Japão, havia vários sistemas. Três padrões, TZ 801, TZ 802 e TZ-803 foram desenvolvidos pela NTT (Nippon Telegraph and Telephone Corporation), enquanto que um sistema concorrente operado pela DDI utilizava o padrão JTACs (Japan Total Access Communications System).

Ícone de esboço Este artigo sobre telecomunicações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.