2ª Brigada de Infantaria de Selva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2ª Brigada de Infantaria de Selva
2a Bda Inf SL.jpg
Estado  Amazonas
Subordinação Comando Militar da Amazônia
Sigla 2ª Bda Inf Sl
Criação 1915
Patrono Ararigbóia
Lema O compromisso com o Exército, com a Amazônia e com o Brasil é para sempre!
Tudo pela Amazônia!
Selva!
Brasil!
Comando
Gen Bda Comb Antonio Manoel de Barros[1]
Sede
Guarnição São Gabriel da Cachoeira
Endereço Área Capitão Nobuo Oba, Cachoeirinha

A 2ª Brigada de Infantaria de Selva (2ª Bda Inf Sl), conhecido como Brigada Ararigbóia, é uma das Brigadas do Exército Brasileiro, subordinada ao Comando Militar da Amazônia.

História[editar | editar código-fonte]

Esta Grande Unidade do Exército Brasileiro tem suas origens na criação da 5ª Brigada de Infantaria, em 23 de fevereiro de 1915, inicialmente sediada na cidade do Rio de Janeiro. Com a sua transferência para a cidade de Niterói, na década de 1960, passou a ser designada 2ª Brigada de Infantaria Motorizada.

Em 5 de outubro de 1998, nova vocação a transformou na 2ª Brigada de Infantaria de Selva, recebendo a denominação histórica de “Brigada Ararigbóia”, uma justa homenagem ao cacique indígena da tribo dos Temiminós que, em 1568, foi batizado na religião católica com o nome de Martim Afonso de Sousa, em homenagem ao seu homônimo português. Ararigbóia é considerado o fundador da cidade de Niterói.

A sua evolução para Brigada de Infantaria de Selva foi uma resposta à necessidade sentida pela Força Terrestre de ampliar a sua capacidade dissuasória na porção noroeste da área de responsabilidade do Comando Militar da Amazônia. Assim, no ano de 2004, a sede da Brigada foi transferida de Niterói para São Gabriel da Cachoeira.

Na região conhecida por “Cabeça do Cachorro”, tem como missão defender a Pátria, atuando como força de vigilância estratégica, conduzindo operações de Garantia da Lei e da Ordem, cooperando com os órgãos públicos na defesa civil e apoiando o desenvolvimento econômico e social da região.

Orgulhosamente cumpre todas suas tarefas integrada não mais por temiminós, como ocorreu no passado, mas por guerreiros de várias etnias indígenas amazônicas, tais como Arapaço, Baniwa, Barasana, Baré, Desana, Hupda, Karapanã, Kubeo, Kuripako, Makuna, Miriti-tapuya, Nadob, Pira-tapuya, Siriano, Tariano, Tukano, Tuyuka, Wanana, Werekena e Yanomami, um complexo cultural de força e poder inestimáveis. Por isso, a Brigada Ararigbóia é considerada uma força operacional altamente capacitada, formada por militares indígenas da região e por militares profissionais especialistas em guerra na selva, fazendo parte da elite do Exército Brasileiro.

A área de responsabilidade da Brigada abrange os municípios de São Gabriel da Cachoeira, de Santa Isabel do Rio Negro e de Barcelos, perfazendo o total de 294.507 km², o que correspondente aproximadamente à soma dos territórios dos estados brasileiros de Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Alagoas e Sergipe, ou à dos países Hungria, Bósnia e Herzegovina, Estônia, Dinamarca, Haiti e El Salvador.

A Portaria 028 do Comandante do Exército, de 16 de janeiro de 2014, reorganizou a Brigada criando o 2º Batalhão Logístico de Selva, sediado em São Gabriel da Cachoeira.

Organizações Militares Subordinadas[editar | editar código-fonte]


Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligação externa[editar | editar código-fonte]