300: Rise of an Empire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
300: Rise of an Empire
300: O Início de um Império (PT)
300: A Ascensão do Império (BR)
Poster do filme
 Estados Unidos
2014 • cor • 147 min 
Direção Noam Murro
Produção Zack Snyder
Deborah Snyder
Gianni Nunnari
Mark Canton
Bernie Goldmann
Roteiro Zack Snyder
Kurt Johnstad
Michael B. Gordon
Elenco Eva Green
Sullivan Stapleton
Rodrigo Santoro
Callan Mulvey
Jack O'Connell
Lena Headey
Gênero Ação
Idioma Inglês
Cinematografia Simon Duggan
Estúdio Legendary Pictures
Distribuição Warner Bros.
Orçamento US$ 110 milhões[1]
Receita US$ 331 114 051[1]
Cronologia
Último
Último
300
(2006)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

300: Rise of an Empire (no Brasil, 300: A Ascensão do Império; em Portugal, 300: O Início de um Império) é um filme de ação estadunidense de 2014. É a sequência do filme 300, lançado em 2006. O filme é estrelado por Eva Green, Sullivan Stapleton, Rodrigo Santoro, Callan Mulvey, Hans Matheson, Jack O'Connell e Lena Headey. Foi lançado em 3D e IMAX[2] em 7 de março de 2014.[3]

O novo capítulo da épica saga leva a ação a outro tipo de campo de batalha, o mar, à medida que o general grego Themistokles busca unir a Grécia ao liderar um exército naval que tentará mudar o rumo da guerra. Lutando contra as grandiosas forças Persas, lideradas por imperador aquemênida Xerxes (mortal que virou deus) e a vingativa sátrapa e comandante Artemísia .[4]

Este filme segue mantendo vários estilos cinematográficos, evidenciando-se a animação ao estilo de uma banda desenhada. Grande parte do filme foi realizado com Chroma key.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A Batalha de Salamina deu-se no estreito que separa Salamina da Ática. Cujo enredo transcorre paralelo ao primeiro filme sobre a Batalha das Termópilas, após as vitórias persas em Tessália e em Termópilas. [5]

O Rei-Deus Xerxes I após a morte de seu pai Darío I dá início a uma jornada de vingança, continuando a campanha militar de seu pai contra à Grécia (que defendia o Peloponeso). [6]

Enquanto os coríntios e os 300 espartanos (liderados por Leônidas) defendiam uma aglomeração militar combatendo o Deus-Rei, porém foram derrotados e Xerxes invadiu e incendiou Atenas, desenrolando assim aquela que ficou conhecida pela Segunda Guerra Médica (ou Pérsicas).

Temístocles estava decidido a tentar uma estratégia para reconquistar a pólis Atenas: atraiu a marinha persa liderado por Artemísia para um estreito canal, entre a ilha de Salamina e o continente e, assim tentar vencer a armada inimiga. No mar concentrou aproximadamente 300 embarcações que enfrentaram a frota persa, que apesar de grandiosa enfrentava dificuldades de navegação no espaço exíguo do canal, onde acabou sendo derrotada.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2008, os produtores Gianni Nunnari, Mark Canton e Bernie Goldmann revelaram que havia começado a produção de uma continuação de 300.[7] Legendary Pictures anunciou que Frank Miller, que escreveu a série de quadrinhos de 1998, do qual o filme 300 foi baseado, estava escrevendo um romance de acompanhamento gráfico, e Zack Snyder, co-roteirista e diretor do filme anterior da série, demostrou interesse pelo projeto, e estavam pensando em dirigir a nova adaptação, mas escolheu participar do desenvolvimento e dirigir o reboot Man of Steel.[8] [9] Noam Murro assinou como diretor, enquanto Snyder é definida para produzir. O filme será centralizado no líder grego Temístocles, interpretado pelo ator australiano Sullivan Stapleton.[10]

Logo no inicio do desenvolvimento do longa-metragem era intitulado de Xerxes.[11] Durante a pré-produção, o filme foi renomeado para 300: Battle of Artemisium;[12] mas logo depois sendo renomeado finalmente para 300: Rise of an Empire, em setembro de 2012.[13]

Referências

  1. a b 300: Rise of An Empire - Box Office Mojo (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 09 de março de 2014.
  2. IMAX and Warner Bros. Partner to Bring 20 New Pictures to IMAX® Theatres IMAX (15 de novembro de 2012). Visitado em 7 de fevereiro de 2013.
  3. {{citar web|url=http://omelete.uol.com.br/300-rise-empire/cinema/300-ascensao-de-um-imperio-e-adiado/
  4. 300: o início de um império, a continuação de "300" nos cinemas (em Português). Visitado em março de 2014.
  5. Segunda Guerra Médica: As batalhas de Termópilas, Salamina e Plateia (em Português). Visitado em março de 2014.
  6. André de Oliveira Leitão. As Termópilas (480 a.C.), entre o mito e a realidade: perspectivas (em Português). Visitado em março de 2014.
  7. Frosty (25 de junho de 2008). Producers Mark Canton, Gianni Nunnari and Bernie Goldmann Exclusive Video Interview (em inglês) Collider.com. Visitado em 7 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 28 de junho de 2008.
  8. Daiane Garrett (29 de junho de 2008). New '300' rallies troops - Legendary to develop follow-up to Miller pic (em inglês) Variety. Visitado em 7 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em Junho de 2008.
  9. Mike Fleming (27 de junho de 2007). ‘Xerxes’ Pic Down To Noam Murro And Jaume Collet-Serra For ’300′ Spinoff Deadline.com. Visitado em 7 de fevereiro de 2013.
  10. Vittoria Caradonna. Sullivan Stapleton To Star In The Prequel Of '300' Moviepilot.com. Visitado em 7 de fevereiro de 2013.
  11. Francisco Russo. Curiosidades, bastidores, novidades, e até segredos escondidos de "300: Rise of an Empire" e das filmagens! AdoroCinema. Visitado em 7 de fevereiro de 2013.
  12. Owen Williams (13 de setembro de 2012). 300 Follow-Up Gets Official Title - It's now the Rise Of An Empire Empireonline.com. Visitado em 7 de fevereiro de 2013.
  13. Borys Kit (13 de setembro de 2012). Warner Bros. Gives '300' Sequel a New Title The Hollywood Reporter. Visitado em 7 de fevereiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.