42355 Tifão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

42355 Tifão é um objeto do disco disperso que foi descoberto em 5 de fevereiro de 2002, pelo programa NEAT. Ele tem 162±7 km de diâmetro, e tem o nome de Tifão, um monstro na mitologia grega.

Satélite[editar | editar código-fonte]

Uma grande lua foi identificada em 2006 e foi nomeada de Equidna, a designação formal é (42355) Tifão I Equidna, Equidna foi a esposa monstruosa mitológica de Tifão. O satélite orbita Tifão a ~1300 km, completando uma órbita em cerca de 11 dias. O seu diâmetro é estimado em 89±6 km. Tifão foi o primeiro corpo celeste centauro binário conhecido,[1] usando uma definição alargada de um objeto centauro em uma órbita não-ressonante (instável) com o periélio dentro da órbita de Netuno.[2]

Referências

  1. K. Noll, H. Levison W. Grundy, D. Stephens. (October 2006). "Discovery of a binary Centaur". Icarus 184 (2): 611. DOI:10.1016/j.icarus.2006.05.010. Bibcode2006Icar..184..611N.
  2. The Deep Ecliptic Survey: A Search for Kuiper Belt Objects and Centaurs. II. Dynamical Classification, the Kuiper Belt Plane, and the Core Population (em inglês). Página visitada em 14 de maio de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre um objeto transnetuniano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.