46664

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

46664 foi o número de prisioneiro de Nelson Mandela, desde o início da sua detenção em 1964, até sua libertação em 1990.[1] É também o título dado a uma série de concertos organizados pela Fondation Nelson-Mandela para a luta contra a SIDA ou AIDS, com o slogan: "AIDS is no longer just a disease, it is a human rights issue" (em português: "A SIDA não é uma doença, é um assunto de direitos humano").[1] [2] Esse número ainda é usado como referência para homenagear o ex-prisioneiro Nelson Mandela, uma vítima do regime do apartheid. Esse número não é apenas uma referência, Nelson Mandela foi o prisioneiro 466 preso em Robben Island, em 1964.[1]

Se observarmos, mesmo que seja algo extrínseco , a soma dos algarismos do número que Nelson Mandela recebeu é o tempo (em anos) que ele permaneceu na prisão (26 anos). E que os fatos mais relevantes durante sua prisão, dar-se de seis em seis anos, conforme os números que compõe o seu número, enquanto prisioneira na Ilha Robben.

46664 logo.jpg

46664 concertos[editar | editar código-fonte]

Cidade do Cabo, África do Sul[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de Novembro de 2003 um evento denominado 46664 Concert aconteceu no antigo Green Point Stadium na Cidade do Cabo. Organizado por Nelson Mandela com o objetivo de aumentar a sensibilidade da população sobre o HIV/AIDS na África do Sul.[2] Participou desse evento os seguintes artistas:[3]

Após o concerto, três CDs ao vivo e um DVD intitulado "46664: The Event" foi lançado.[4]

Referências

  1. a b c Megashow 46664 acontecerá no Rio de Janeiro em 2008 Diário do Rio de Janeiro (12 de Dezembro de 2007). Página visitada em 19 de Fevereiro de 2010.
  2. a b A 46664 e a Fundação Nelson Mandela pedem a criação de um ‘Dia Mandela’ global CRIAS Notícias. Página visitada em 19 de Fevereiro de 2010.
  3. 2003 Cape Town performers 46664. Página visitada em 19 de Fevereiro de 2010.
  4. 46664, The Event - Nelson Mandela's AIDS Day Concert (2004) Amazon. Página visitada em 19 de Janeiro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]