4 Minutes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"4 Minutes"
Single de Madonna com a participação de Justin Timberlake e Timbaland
do álbum Hard Candy
Lançamento 17 de março de 2008 (2008-03-17)
Formato(s) CD single, download digital, disco de vinil, maxi single
Gravação 2007;
Sarm West Studios
(Londres)
The Hit Factory
(Miami)
Gênero(s) Dance-pop
Duração 4:04
Gravadora(s) Warner Bros.
Composição Madonna, Timothy Mosley, Justin Timberlake, Nate Hills
Produção Timbaland, Timberlake, Danja
Cronologia de singles de Madonna
Último
Último
"Jump"
(2006)
"Give It 2 Me"
(2008)
Próximo
Próximo
Cronologia de singles de Justin Timberlake
Último
Último
"Until the End of Time"
(2007)
"Dead and Gone"
(2009)
Próximo
Próximo
Cronologia de singles de Timbaland
Último
Último
"Elevator"
(2008)
"Dangerous"
(2008)
Próximo
Próximo
Lista de faixas de Hard Candy
Último
Último
"Candy Shop"
(1)
"Give It 2 Me"
(3)
Próximo
Próximo

"4 Minutes" é uma canção da artista musical estadunidense Madonna, contida em seu décimo primeiro álbum de estúdio Hard Candy (2008). Conta com a participação dos artistas compatriotas Justin Timberlake e Timbaland. Foi composta pelos três com o auxílio de Nate Hills, sendo produzida por Timberlake, Timbaland e Danja. O desenvolvimento da faixa foi motivado por um senso de urgência para salvar o planeta da destruição, e como as pessoas podem se divertir neste processo. A escrita foi concluída através de discussões entre Madonna e Timberlake sobre diferentes situações, problemas e relacionamentos. De acordo com a cantora, a música inspirou a produção do documentário I Am Because We Are (2008). O tema foi disponibilizado digitalmente em 25 de março de 2008 na Amazon, servindo como o primeiro single do material. Além de serem editados dois CD single, três maxi single e dois discos de vinil.

A canção foi gravada nos estúdios Sarm West, situados em Londres, enquanto a sua mixagem foi concluída no estúdio The Hit Factory, localizado em Miami. O engenheiro de som Demacio "Demo" Castellon trabalhou pela primeira vez nos vocais da faixa, afiando-os de acordo com seus instintos, e depois trabalhou nas batidas e nos sintetizadores compostos por Timbaland e Danja. Musicalmente, "4 Minutes" é uma canção dance-pop de andamento acelerado que incorpora gêneros urbanos como o hip hop, e apresenta batidas formadas por bhangra, características de Timbaland, enquanto a sua instrumentação inclui latões, foghorns e sinos. Liricamente, trata de uma mensagem de conscientização social, inspirada pela visita de Madonna à África e pelo sofrimento humano que a artista testemunhou no continente.

"4 Minutes" obteve análises positivas da mídia especializada, a qual prezou sua produção e a chamou de uma pista de dança movimentada. Entretanto, outros notaram que Timberlake recebeu maior destaque na canção. A canção recebeu duas nomeações durante a 51ª cerimônia dos Grammy Awards para Best Pop Collaboration with Vocals e Best Remixed Recording, Non-Classical. O single obteve êxito comercial ao liderar tabelas musicais de 21 países, incluindo a Alemanha, a Austrália, o Canadá, a Espanha, a Itália e o Reino Unido. Nos Estados Unidos, "4 Minutes" atingiu um pico de número três na Billboard Hot 100, dando a Madonna seu 37º single a classificar-se entre as dez melhores posições na tabela, quebrando o recorde anteriormente detido por Elvis Presley.

O vídeo musical correspondente foi dirigido pelo duo francês Jonas & François e apresenta Madonna e Timberlake cantando e fugindo de uma tela preta gigante que devora tudo em seu caminho. No final do vídeo, Madonna e Timberlake são consumidos pela tela. "4 Minutes" foi interpretada por Madonna na turnê promocional Hard Candy e na turnê Sticky & Sweet. Nesta última, a canção serviu como a abertura do segmento Rave, onde Madonna usava um equipamento robótico futurista. Durante as performances da canção, Timberlake e Timbaland apareceram nos telões e cantaram suas linhas.

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

"Nós meio que temos sessões de psicanálise sempre que escrevemos músicas. Nós sentávamos e começávamos a falar de situações. E então nós começávamos a falar sobre questões ou problemas ou relacionamentos com as pessoas. Essa era a única maneira, porque você sabe, escrever junto com alguém é muito íntimo. Então tivemos que encontrar um lugar para começar a falar sobre algo que era preocupante, para que pudéssemos começar a escrever sobre algo preocupante".

—Madonna falando sobre o processo de escrita da canção com a revista Interview.[1]

Após o lançamento de seu décimo álbum de estúdio Confessions on a Dance Floor (2005), Madonna pensou em que tipo de música queria gravar, e decidiu que seria a música dance, assim como em seu álbum anterior.[2] Quando questionada pelo produtor Stuart Price que tipo de música a atraía, Madonna respondeu que amava as canções do cantor Justin Timberlake e do produtor Timbaland, e colaborou com ambos.[2] "4 Minutes" foi escrita pelos três com o auxílio de Nate Hills,[3] sendo produzida por Timbaland, Timberlake e Danja.[4] Inicialmente intitulada "4 Minutes to Save the World", a canção foi uma das últimas a serem produzidas para o álbum Hard Candy.[1] [5] Em entrevista à MTV News, Madonna disse que o conceito da faixa foi desenvolvido através de discussões com Timberlake. Ela explicou o significado da canção:

Bem, eu não acho que seja importante levá-la ao pé da letra. Eu acho que a canção, mais do que qualquer coisa, é sobre ter um senso de urgência; sobre como nós sabemos que você sabe, vivendo em um tempo essencialmente emprestado e as pessoas estão ficando mais conscientes sobre o meio ambiente e sobre como nós estamos destruindo o planeta. Não podemos apenas continuar distraindo a nós mesmos; temos que nos educar, acordar e fazer algo sobre isso. Você sabe que ao mesmo tempo não queremos ser chatos e sérios e não nos divertir, então é mais ou menos como se nós pudéssemos nos divertir enquanto salvamos o planeta?[6]

Madonna esclareceu que a sua idade não tem nada a ver com o sentido da urgência refletido na faixa, e que foi apenas algo que ela tinha em mente por um longo tempo, e com "4 Minutes", o sentido infiltrou em sua música.[2] Ingrid Sischy, da revista Interview, disse que a música parecia como uma balada para o mundo, contendo "os sons de uma grande banda. É uma boa canção dançante".[1] Madonna concordou com Sischy e respondeu que a canção era "um paradoxo engraçado", dizendo que foi uma das inspirações de seu documentário I Am Because We Are (2008). O documentário abordou o sofrimento agudo e a escassez de alimentos que aflige a nação africana de Malawi.[1]

Gravação[editar | editar código-fonte]

Madonna apresentando "4 Minutes" durante a turnê Sticky & Sweet (2008).

As sessões de gravação de "4 Minutes" ocorreram nos estúdios Sarm West, em uma ferramenta de coçar SSL 9080 de 72 canais. Paul Tingen, da revista Sound on Sound, entrevistou o engenheiro de mixagem e de gravação da faixa, Demacio "Demo" Castellon, que lembrou que não havia participado das primeiras sessões de gravação "porque estava trabalhando em outro projeto, mas teve a sorte de ir ao para o segundo conjunto de sessões".[7] Mais da metade da canção já haviam sido feitas no momento em que Castellon chegou, incluindo o som do tambor nas linhas básicas do teclado. De acordo com ele, ele "gravou o resto, e também fez um pouco de programação, particularmente na introdução e no final".[7] No estúdios Sarm West, Timbaland e Danja usaram a amostragem das máquinas de tambores Akai MPC3000 e Ensoniq ASR-10. A estação de trabalho Yamaha Motivo e alguns sintetizadores foram usados para construir a faixa de apoio para "4 Minutes". Castellon disse: "Haviam teclados analógicos dedicados e o resto eram sintetizadores suaves. Mas estamos sempre experimentando e estamos sempre usando qualquer equipamento que temos que trabalhar duro no estúdio. Nós podemos ter nossas preferências, mas estamos sempre tentando novas coisas. É por isso que o nosso material soa diferente ao de todo mundo".[7] Ele também comentou que "o fundo de '4 Minutes' consiste principalmente de latões, sintetizadores e percussão". Castellon afirmou que as sessões foram "realmente muito maiores do que a maioria das pessoas pensam, porque Tim[baland] e Danja tinham muito orgulho na concepção dos seus próprios sons. (...) Os tambores e a percussão em '4 Minutes' são 23 faixas estéreo — sendo 46 faixas no total —, haviam 16 faixas estéreo de bronze, e assim por diante. Toda a sessão tinham cerca de 100 faixas, e eu levei 80 saídas de Pro Tools para o SSL, por isso havia alguma submixagem nos Pro Tools. Mas a maior parte foi em linha reta em toda a linha".[7] Na entrevista, Castellon deu a sua opinião sobre a produção de Timbaland, bem como o seu próprio trabalho de produção:

No caso de '4 Minutes', Tim[baland] teve uma visão a partir do início de como as coisas deveriam ir, especialmente nos sons. Ele é um produtor real. Ele não olha apenas para a música, ele analisa os sons também. Ele também é um grande engenheiro, tem um ouvido incrível e sabe exatamente como as peças se encaixam no espectro estéreo. (...) Quando eu abri comecei as sessões de '4 Minutes', não havia tanta coisa acontecendo e eu não sabia imediatamente que a parte mais difícil seria a de se certificar de que os vocais iriam ser cortados para ficarem certos. Começar com o trabalho sobre os vocais era a única maneira de conseguir isso. Depois que eu formei todas as outras partes ao redor dos vocais. O outro desafio é ter certeza de que tudo na faixa soou claro e que você podia ouvir cada instrumento, cada sílaba, cada respiração. Além disso, eu quase sempre trabalho em tempo linear em uma faixa. É mais fácil, porque quando você vê feito, está feito. Então, eu continuo trabalhando em seção após seção, até eu chegar ao final da faixa e, em seguida, eu sei que toda a mixagem está muito perto.[7]

Castellon disse que ele não queria que a automação interna do SSL interferisse na mistura da faixa, o que ele disse que "aconteceu".[7] Em vez disso, a automação era feita por Pro Tools, com níveis definidos usando um fader controlador CM Labs Motormix, pertencente à Castellon. De acordo com ele, "em seguida, correu tudo através do SSL, em que foi feito o EQ [equalizador], a compressão e o panning".[7] A mixagem da faixa foi feita no estúdio The Hit Factory, localizado em Miami, Flórida, em uma mesa de série SSL J de 96 canais. Considerando a quantidade de faixas de apoio gravadas, um desafio na mixagem "4 Minutes" foi, segundo Castellon, "certificar-se de que a canção não iria dominar os vocais".[7] Castellon explicou como fez isso: "Eu comecei com os vocais, então eu os adicionei na canção, e os tambores eram passado. Isso é incomum para mim, mesmo que eu realmente não tenha um caminho conjunto de mixagem".[7] Muito poucos plug-ins digitais foram empregados para a mixagem, já que Castellon preferiu o som do equipamento externo. Ele tentou completar a canção rapidamente, o que o levou um dia de trabalho para mixar a canção. Depois de dois dias, ele aperfeiçoou a mixagem.[7]

Depois que as mixagens foram feitas, Castellon começou a trabalhar com os vocais e começou com a introdução de Timbaland, continuou com a voz de Madonna e terminou com os vocais de Timberlake. Na voz de Timbaland, ele utilizou o equalizador do SSL para reduzir "alguma extremidade inferior", e definiu os níveis de entrada para evitar um corte quando a voz estivesse muito alto.[7] Para Madonna e Timberlake, ele utilizou um pouco da compressão de gama dinâmica do SSL, e na voz de Madonna ele aplicou "um atraso da oitava nota de um [Lexicon] PCM42", e um revisão do Eventide H3500 para as estrofes e o [TC Electronic] TC3000 para o gancho".[7] Estes processadores de sinais digitais foram empregados para dar à voz de Madonna uma sensação de espaço estereofônico. Castellon elogiou Timbaland e a programação de bateria de Danja, mas sentiu que era "muito boa às vezes", exigindo-lhes que "desligasse um pouco as coisas".[7] Castellon aplicou as ondas de áudio do plug-in compresson Renaissance para controlar o nível do bumbo. Ele disse que "havia um pontapé no som particular, que entrou em confronto com as outras faixas, então Tim substituiu-o com outro chute que tinha uma nota e som muito diferente".[7] Castellon disse que o uso de um equalizador Focusrite D2 deixou a canção se "combinar com o som desse novo bumbo para os outros sons de um outro bumbo".[7] Uma vez que os tambores e a percussão foram adicionados, a gravação e a mixagem de "4 Minutes" foi concluída. Castellon concluiu: "Felizmente tudo veio junto no final. Eu não acho que a mixagem teria soado a mesmo se eu tivesse trabalhado no sentido oposto, começando com a bateria e trabalhando no sentido dos vocais".[7]

Composição[editar | editar código-fonte]

"4 Minutes"
Demonstração de 24 segundos de "4 Minutes", onde o refrão pode ser ouvido. No refrão, Madonna e Timberlake intercalam os seus versos.

Problemas para escutar este arquivo? Veja introdução à mídia.

Musicalmente, "4 Minutes" é uma canção dance-pop de andamento acelerado,[8] que incorpora gêneros urbanos como o hip hop.[9] Possui o efeito de uma banda,[1] [5] uma batida estridente e a instrumentação de um latão que é ticada em uma "escala como um riff", comforme descrito por Caryn Ganz, da revista Rolling Stone.[5] Outros instrumentos musicais utilizados na canção são foghorns e sinos.[10] Em "4 Minutes", Madonna e Timberlake cantam e intercalam os versos,[5] enquanto o ritmo se move em direção a uma batida forte quando Madonna canta as linhas "A estrada para o inferno está cheio de boas intenções".[nota 1] Madonna e Timberlake começam a cantar o refrão, que se inicia com Timberlake cantando a linha "Nós temos apenas quatro minutos para salvar o mundo".[nota 2] [5] A faixa continua no mesmo ritmo na segunda estrofe e no segundo refrão, e a faixa termina com um excerto de batidas de bhangra, características de Timbaland, riffs de metal e com Madonna cantando as palavras "tique-taque"[nota 3] repetidamente.[5]

De acordo com a partitura publicada pela Alfred Publishing, a canção é composta na chave de Sol menor e é localizada na assinatura de tempo comum, com um acelerado ritmo de 115 batidas por minuto.[11] As batidas de bhangra, feitas por Timbaland, são destaque no início e no final da canção. O alcance vocal de Madonna e de Timberlake se estende por duas oitavas, desde Fá3 até Si bemol5.[11] A canção possui uma sequência básica de acordes formada por ré, sol, dó, fá e si bemol nos versos, enquanto a sequência de acordes no refrão é formada por dó bemol5, ré5, dó5 e ré5; ambas as sequências são as progressões harmônicas da faixa.[11] A letra de "4 Minutes" trata de uma mensagem de conscientização social, inspirada pela visita de Madonna à África e pelo sofrimento humano que ela testemunhou.[1] Jon Pareles, do The New York Times, afirmou que "entretanto, a canção soa como se quatro minutos fosse o tempo necessário para uma canção para ser um sucesso pop garantido ou o tempo necessário para ser rápido; na realidade, é a única canção do álbum Hard Candy que contém uma mensagem de consciência social". O som de um relógio tiquetaqueando enfatiza essa mensagem adiante.[12] Madonna explicou à revista New York que a linha "A estrada para o inferno está cheio de boas intenções"[nota 1] não dizem respeito ao seu trabalho de caridade. Em vez disso, ela disse: "Eu entendo esta opinião que eu adotei ou eu permiti que esse Zeitgeist fosse varrido? Porque você pode ter as melhores intenções, mas não têm informação suficiente e fazer grandes erros?".[13] Sobre a linha "Às vezes eu sinto que eu preciso é a sua intervenção",[nota 4] Madonna explicou: "é, ou seja, às vezes eu acho que você precisa me salvar".[1]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica profissional[editar | editar código-fonte]

Stephen Thomas Erlewine, do portal Allmusic, elogiou o gancho melódico e rítmico da canção, mas ficou desapontado devido a voz de Madonna ser "abafada por quatro notas sintetizadas de de Timbaland — que não poderiam ter sido tão ruins se as faixas fossem mais legais e se toda a equipe não fizesse tanta tristeza mecânica".[14] Caryn Ganz chamou-lhe "um movimentado caminho alto, e enérgico", e comentou que Timberlake fez "seu melhor Michael Jackson impressão".[5] Chuck Taylor, da Billboard disse que com a canção, Madonna "está pronta para marcar seu primeiro sucesso entre as dez mais vendidas desde 'Hung Up', de 2005. (...) Há muita coisa acontecendo na canção dançante e movimentada (...), mas a intercalação do refrão entre Madonna e Justin de "Nós temos apenas quatro minutos para salvar o mundo"[nota 2] é suficiente em si para vender a canção". Ele acrescentou que a canção "qualifica-se como um registro eventual entre as superpotências [de Madonna e Timberlake], que não possuem apenas partes iguais, mas soam muito bem juntos".[10] Mark Savage, da BBC, descreveu o som da faixa como "tão futurista que poderia realmente ter sido irradiado a partir do fim do mundo".[15] Andy Gill, do The Independent, chamou "4 Minutes" como uma das canções salvadoras de Hard Candy. Ele observou que "as batidas de marchas de bandas de carnaval batendo indisciplinadamente juntas", é uma das "maiores ofertas ambiciosas" do álbum.[16] Joey Guerra, do Houston Chronicle, comparou a faixa à obras de Nelly Furtado, e sentiu que a composição era "uma oferta para reproduções nas rádios".[17]

Sal Cinquemani, da Slant Magazine, disse que a música é uma "propaganda para o resto do álbum".[18] Chris Williams, da revista Entertainment Weekly, prezou a canção como um "dueto glamoroso".[19] Ben Thompson, do periódico The Guardian, disse que "é difícil escapar do sentido de que todos os envolvidos estão atravessando os movimentos [da vida] — o esforço, [é] às vezes de forma brilhante".[20] Joan Anderman, do The Boston Globe, acreditou que a canção é uma "líder de tabelas musicais para o seu simples poder de estrelato bem como um instantâneo fascínio musical, e na véspera do 50º aniversário da Madonna (...) '4 Minutes' parece como um presente de um ícone que ele mesmo não pode perder". No entanto, Anderman notou que a "mudança na estrutura do poder [está longe de ser] mais ruidoso em '4 Minutes', onde Madonna soa como uma artista convidada tentando manter o ritmo com as batidas colossais de Timbaland e a melodia ágil de Timberlake".[21] Freedom du Lac, do jornal The Washington Post, elogiou a canção por ser grande e estridente. Ela comentou: "Impulsionada por uma batida denotadora de bandas (...) ['4 Minutes'] é uma das coisas mais emocionantes que Madonna tem feito nesta década".[22]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Durante a 51ª cerimônia dos Grammy Awards, "4 Minutes" rendeu a Madonna, Timberlake e Timbaland uma indicação na categoria Best Pop Collaboration with Vocals. O músico holandês Junkie XL também recebeu uma indicação na categoria Best Remixed Recording, Non-Classical por seu remix da canção. No entanto, nenhum dos artistas conquistaram as condecorações.[23] [24]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

Em uma das últimas cenas do vídeo musical, Madonna e Timberlake são vistos juntos. A tela preta gigante é vista atrás de Timberlake, devorando seus lados.

O vídeo musical de "4 Minutes" foi dirigido pelo duo francês Jonas & François em Londres, Inglaterra.[5] [25] Foi coreografado por Jamie King, que já havia trabalhado com Madonna em suas turnês Drowned World (2001), Re-Invention (2004) e Confessions (2006), bem como no vídeo musical de "Sorry.[5] O duo japonês de hip hop Hamutsun Serve também fez uma aparição no vídeo.[26] Antes de seu lançamento, a revista Rolling Stone disse que Madonna e Timberlake agiriam como "super-heróis" no vídeo, enquanto fogem de vários obstáculos.[5] No vídeo, Madonna usou um colete de cor bege, botas pretas, enquanto seu cabelo estava ondulado na cor de loiro platinado, enquanto Timberlake usou uma jaqueta e um lenço no pescoço.[9] Sobre a ideia do vídeo musical, Madonna disse que "foi conceitualística". Ela explicou que o vídeo foi filmado como um desfile: "É um movimento, e queremos levar todo mundo conosco".[1] Sobre a ideia de uma tela preta gigante devorando tudo que vê em sua frente, Madonna disse:

Nenhum de nós tinha [entendido o conceito da tela preta]. Foi apenas, você sabe, muito conceitual. Nós basicamente apresentamos a canção para os dois diretores franceses [Jonas & François] e eles vieram com um único conceito que eu achei interessante, com este tipo de linha preta de gráfico amorfo comendo o mundo lentamente. Eu gostei disso como um conceito.[6]

O vídeo usou uma iluminação de foco macio e uma aerografia em Madonna.[27] O vídeo se inicia com Timbaland cantando as linhas de abertura na frente de uma cronômetro gigante, que faz a contagem regressiva de quatro minutos. Enquanto ele canta, uma tela preta gigante é vista atrás dele e engole todos os dispositivos musicais presentes. Depois disso, Madonna e Timberlake entram em uma casa, mas saem de lá após de encontrarem a tela no local, que começa a comer as mãos e as pernas dos habitantes da casa, mostrando, assim, as suas entranhas. Após uma série de cenas que mostram Madonna e Timberlake pulando em cima de carros fugindo da tela, eles chegam em um supermercado. A tela segue-os, consumindo as longas filas e as pessoas ali presentes.[9] Ao passo em que o segundo refrão começa, eles chegam na frente do cronômetro gigante. Depois de dançar, Madonna realiza um arco de volta, enquanto o tempo do cronômetro se acaba.[27] O último "tique-taque, tique-taque, tique-taque"[nota 3] é ouvido, e Madonna e Timberlake dançam novamente; a tela preta se aproxima de ambos os lados. O vídeo termina com os dois se beijando, com a tela preta os devorando, em que podem ser vistos os ossos e as costelas de Timberlake e as bochechas de Madonna.[27]

Sobre o vídeo, Madonna disse que era como "gotas de gomas e bombons", referindo-se ao tema de doces do álbum.[9] Virginia Heffernan, do jornal The New York Times, disse que o vídeo fazia o coração bater, e comparou sua impulso com os vídeos musicais de "Thriller", "In the Air Tonight" e "Shadows of the Night".[28] No entanto, Eric Wilson, do mesmo periódico, comentou que o vídeo não fazia um rendimento da fuga do visual de Madonna, em comparação a seus vídeos da década de 1980.[29] A cantora compatriota Miley Cyrus criou sua própria versão do vídeo e divulgou em seu canal no YouTube. Madonna respondeu à versão em um vídeo, dizendo: "Todas as pessoas lá fora que estão fazendo vídeos para o meu novo single, '4 Minutes ', mantêm o bom trabalho, bom trabalho".[30] O vídeo musical foi indicado na categoria de Best Dancing in a Video durante os MTV Video Music Awards de 2008, mas perdeu para "When I Grow Up", do grupo feminino The Pussycat Dolls.[31]

Apresentações ao vivo e regravações[editar | editar código-fonte]

Madonna e seus dançarinos surgindo atrás de telas móveis durante a apresentação da canção na turnê Sticky & Sweet (2008).

Madonna apresentou "4 Minutes" na turnê promocional Hard Candy (2008) e na excursão Sticky & Sweet (2008-09). Na digressão promocional, "4 Minutes" foi realizada como a terceira música do repertório.[32] Para a apresentação da canção, Madonna usou uma roupa preta brilhante com caudas pretas, calças pretas da Adidas e botas de salto alto com cadarço. Justin Timberlake fez uma aparição ao lado de Madonna no Roseland Ballroom, situado em Nova Iorque, para executar a canção.[33] Ao passo em que Timbaland apareceu nos telões, a batida da canção começou. As quatro telas móveis começaram a deslizar através do palco, e giraram para revelar Timberlake e Madonna atrás um do outro. Eles interpretaram a faixa em uma coreografia semelhante ao do vídeo musical.[32]

Durante a performance "4 Minutes" na turnê Sticky & Sweet, a artista usou um equipamento robótico futurista desenhado por Heatherette. Ela também contou placas metálicas em seu ombro e uma peruca com cabelo ondulado longo.[34] [35] Madonna e seus dançarinos saíram de trás de telas móveis, em que Timbaland e Timberlake apareceram para apresentar suas linhas. Seguiu-se um dueto aparente entre Madonna e Timberlake, com Timberlake cantando e dançando sua parte nas telas. Ele se juntou a Madonna pessoalmente para o show no Dodger Stadium em Los Angeles, no dia 6 de novembro de 2008, cujo show Britney Spears apareceu ao lado de Madonna para cantar "Human Nature".[36] Timberlake e Madonna apresentaram a faixa em uma coreografia semelhante à feita na turnê promocional.[37] Excertos da canção também foram usados durante a execução de canções como "Vogue" e "Hung Up".[38] [39]

"4 Minutes" foi usada no filme Get Smart (2008).[40] Foi uma das canções regravadas pelo elenco da série Glee durante p episódio "The Power of Madonna", exibido em 20 de abril de 2010. O personagem Kurt Hummel (Chris Colfer) interpretou as partes de Madonna, enquanto o personagem Mercedes Jones (Amber Riley) cantou as partes de Timberlake. No episódio, a faixa é executada durante uma rotina de aplauso dos alunos do ensino médio, acompanhados pela banda da escola.[41] A versão foi disponibilizada digitalmente e no extended play (EP) Glee: The Music, The Power of Madonna. A regravação atingiu a 55ª colocação no periódico Hot Digital Songs na semana de 8 de maio de 2010, enquanto alcançando as posições de número oitenta e nove e setenta nas tabelas Billboard Hot 100 e Canadian Hot 100, respectivamente.[42]

Faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

CD single britânico (primeira edição)[43]
N.º Título Duração
1. "4 Minutes"   4:04
2. "4 Minutes" (Bob Sinclair Space Funk Remix) 5:39

Créditos[editar | editar código-fonte]

Lista-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração de "4 Minutes", de acordo com o encarte do álbum Hard Candy:[4]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Em 5 de abril de 2008, "4 Minutes" debutou na 68ª colocação da tabela estadunidense Billboard Hot 100.[51] Na semana seguinte, a canção registrou 217 mil unidades digitais, subindo 65 posições, atingindo a terceira posição no periódico, enquanto conquistou a vice-liderança da tabela Digital Songs, sendo barrada por "Touch My Body", de Mariah Carey. Na Billboard Hot 100, foi a primeira canção de Madonna a listar-se entre as dez melhores posições desde "Hung Up", de 2005, enquanto foi a melhor posição da cantora na tabela desde "Music", de 2000, que atingiu a primeira posição por quatro edições consecutivas. Sendo a 37ª faixa de Madonna a classificar-se entre as dez mais vendidas no país, Madonna quebrou o recorde anteriormente detido por Elvis Presley.[52] Em agosto de 2008, a Recording Industry Association of America (RIAA) certificou o single como dupla platina ao exportar dois milhões de downloads digitais.[53] De acordo com a Nielsen SoundScan, foi o décimo single mais vendido digitalmente, com 2.37 milhões de cópias digitais comercializadas,[54] [55] e vendeu mais três de milhões de cópias digitais até julho de 2012.[56] No Canadá, a canção estreou na 27ª posição na edição de 27 de março de 2008 da tabela Canadian Hot 100,[57] e liderou o periódico na semana seguinte.[58] Foi a quinta canção mais vendida digitalmente em território canadense, com 143 mil unidades digitais comercializadas.[59]

Na Austrália, "4 Minutes" debutou na terceira posição nos ARIA Charts,[60] liderando o periódico na semana seguinte.[61] Desde então, foi certificado como platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA) devido ao exportar setenta mil exemplares. Na Nova Zelândia, estreou no décimo quarto emprego,[62] atingindo o terceiro posto como melhor após três semanas.[63] A canção foi certificada como ouro pela Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ) ao comercializar 7.500 cópias.[64] No Reino Unido, a faixa debutou na sétima colocação da UK Singles Chart, sendo a 60ª canção de Madonna a listar-se entre as dez melhores posições em território britânico. Quatro semanas depois, atingiu a primeira posição,[65] onde permaneceu por quatro semanas.[66] Posteriormente, foi certificada como ouro pela British Phonographic Industry (BPI) ao exportar 400 mil cópias.[67] De acordo com a The Official Charts Company, foi a sétima canção mais vendida digitalmente em 2008 no Reino Unido, comercializando 500 mil cópias digitais.[68] [69] Ao todo, "4 Minutes" liderou tabelas musicais de 21 países, sendo a canção mais bem sucedida de Madonna desde "Hung Up".[70]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
 Estados Unidos 25 de março de 2008[125] Download digital Warner Bros.
 Alemanha 11 de abril de 2008[126] CD single
 França 14 de abril de 2008[127] Maxi single
 Austrália 18 de abril de 2008[128] Extended play (EP) de remixes
 Reino Unido 21 de abril de 2008[129] CD single
 Estados Unidos 11 de agosto de 2009[130] [131] Extended play (EP) de remixes

Notas

  1. a b No original: "The road to hell is paved with good intentions".
  2. a b No original: "We've only got four minutes to save the world".
  3. a b No original: "Tick-tock, tick-tock".
  4. No original: "Sometimes I feel what I need is a you intervetion".

Referências

  1. a b c d e f g h Sischy, Ingrid (abril de 2008). Madonna: On Why We Must Be Free (em inglês) Interview David Hamilton. Visitado em 18 de junho de 2014.
  2. a b c Stevenson, Jane (25 de abril de 2008). The JAM! Madonna interview (em inglês) Jam! Sun Media Corporation. Visitado em 18 de junho de 2014.
  3. 4 Minutes (em inglês) Alfred Publishing. Visitado em 18 de junho de 2014.
  4. a b (2008) Créditos do álbum Hard Candy por Madonna. Warner Bros. Records (9362-49884-9).
  5. a b c d e f g h i j Ganz, Caryn (15 de fevereiro de 2002). Madonna's New Album and Video: Exclusive Rolling Stone Preview (em inglês) Rolling Stone Jann Wenner. Visitado em 18 de junho de 2014.
  6. a b Madonna Talks Filth, Wisdom And Confectionery (em inglês) MTV News. Viacom (13 de março de 2008). Visitado em 18 de junho de 2014.
  7. a b c d e f g h i j k l m n o p Tingen, Paul (julho de 2008). Secrets Of The Mix Engineers: Demacio 'Demo' Castellon (em inglês) Sound on Sound SOS Publications Ltd. Visitado em 18 de julho de 2014. Cópia arquivada em 15 de julho de 2011.
  8. Harrington, Jim (2 de outubro de 2012). Madonna, Justin Bieber invade the Bay Area – here's a primer for their Oct. 5-6 shows. (em inglês) San Jose Mercury News MediaNews Group. Visitado em 18 de junho de 2014.
  9. a b c d Harris, Chris (3 de março de 2008). Madonna's '4 Minutes' Video Gets Online Sneak Peek (em inglês) MTV News. Viacom. Visitado em 18 de junho de 2014.
  10. a b Taylor, Chuck. (22 de março de 2008). "4 Minutes: Single review". Billboard 120 (12). ISSN 0006-2510. Visitado em 15 de junho de 2012.
  11. a b c Ciccone, Madonna. Madonna – 4 Minutes – Digital Sheet Music (em inglês) Musicnotes.com Alfred Publishing. Visitado em 18 de junho de 2014.
  12. Pareles, Jon (27 de abril de 2008). Material Woman, Restoring Her Brand (em inglês) The New York Times. Visitado em 18 de junho de 2014.
  13. Seely, Katherine Q (24 de abril de 2008). Madonna on Her Directorial Debut and Mission to Save Malawi (em inglês) New York 2 pp. New York Media LLC. Visitado em 18 de junho de 2014.
  14. Erlewine, Stephen Thomas. Hard Candy – Madonna (em inglês) Allmusic. Rovi Corporation. Visitado em 19 de junho de 2014.
  15. Savage, Mark (8 de abril de 2008). Review: Madonna's Hard Candy (em inglês) BBC Online. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 11 de abril de 2008.
  16. Gil, Andy (11 de abril de 2008). Album: Madonna, Hard Candy (Warner Brothers) (em inglês) The Independent. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 13 de abril de 2008.
  17. Guerra, Joey (28 de abril de 2008). Madonna's Hard Candy is mostly a success (em inglês) Houston Chronicle Hearst Corporation. Visitado em 19 de junho de 2014.
  18. Cinquemani, Sal (23 de abril de 2008). Madonna: Hard Candy (em inglês) Slant Magazine. Visitado em 19 de junho de 2014.
  19. Williams, Chris (18 de abril de 2008). Music Review: Hard Candy (2008) (em inglês) Entertainment Weekly Time Inc.. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 21 de abril de 2008.
  20. Thompson, Ben (20 de abril de 2008). Thanks to her henchmen, the shameless idol still has much to give (em inglês) The Guardian Guardian Media Group. Visitado em 19 de junho de 2014.
  21. Anderman, Joan (27 de abril de 2008). On her 11th CD, Madonna still has control issues (em inglês) The Boston Globe The New York Times Company. Visitado em 19 de junho de 2014.
  22. du Lac, Freedom (29 de abril de 2008). Madonna Gives Hip-Hop Fans Some Sugar (em inglês) The Washington Post The Washington Post Company. Visitado em 19 de junho de 2014.
  23. Harris, Chris (4 de dezembro de 2008). Lil Wayne, Coldplay Lead Grammy Nominations (em inglês) MTV News. Viacom. Visitado em 19 de junho de 2014.
  24. Mason, Kerri (6 de fevereiro de 2009). Famous names boost remixers' Grammy chances (em inglês) Reuters. Thomson Reuters. Visitado em 19 de junho de 2014.
  25. Madonna Sings 'Happy Birthday' To Justin Timberlake (em inglês) MTV News. Viacom (31 de janeiro de 2008). Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 28 de março de 2008.
  26. Ganz, Caryn (21 de março de 2012). Madonna Humps Floor, Walls, Ukrainian Dancers in 'Girl Gone Wild' Video (em inglês) Spin Spin Media LLC. Visitado em 19 de junho de 2014.
  27. a b c Trombetta, Natalie (4 de abril de 2008). Madonna touched up by the airbrush for her video striptease (em inglês) Daily Mail. Visitado em 19 de junho de 2014.
  28. Heffernan, Virginia (17 de abril de 2008). Madonna Cleans House (em inglês) The New York Times. Visitado em 19 de junho de 2014.
  29. Wilson, Eric (17 de junho de 2008). Who's That Girl? (em inglês) The New York Times. Visitado em 19 de junho de 2014.
  30. Guanlao, Nicole (18 de abril de 2008). Miley Cyrus' '4 Minutes' Viral Video Gets A Reply From Madonna (em inglês) MTV News. Viacom. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 28 de março de 2009.
  31. MTV Video Music Awards 2008 – Highlights, Winners, Performers (em inglês) MTV News. Viacom. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 24 de abril de 2009.
  32. a b Rodman, Sarah (30 de abril de 2008). Madonna Opens Up "Candy" Shop (em inglês) The Boston Globe The New York Times Company. Visitado em 19 de junho de 2014.
  33. Hawgood, Alex (1º de maio de 2008). Gonna Make You Sweat – Madonna at the Roseland Ballroom (em inglês) The New York Times. Visitado em 19 de junho de 2014.
  34. Pareles, Jon (5 de outubro de 2008). Aerobic, Not Erotic: The Concert as Workout (em inglês) The New York Times. Visitado em 19 de junho de 2014.
  35. Harris, Chris (6 de junho de 2008). Madonna's Gonna Dress Herself Up In Heatherette (em inglês) MTV News. Viacom. Visitado em 19 de junho de 2014.
  36. Reporter, Staff (7 de novembro de 2008). Britney and Justin's Mini Reunion at Madonna Concert (em inglês) People Time Inc.. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 21 de junho de 2009.
  37. Kaufman, Gil (7 de novembro de 2008). Britney Spears And Justin Timberlake Appear Onstage With Madonna (em inglês) MTV News. Viacom. Visitado em 19 de junho de 2014.
  38. Ganz, Caryn (7 de outubro de 2008). Madonna's Sticky & Sweet Tour Rolls Into New York With Reworked Hits, Virtual Britney (em inglês) Rolling Stone Jann Wenner. Visitado em 19 de junho de 2014.
  39. Mumbi Moody, Nekesa (5 de outubro de 2008). Madonna gives fans a treat with 'Sticky & Sweet' (em inglês) USA Today Gannett Company. Visitado em 19 de junho de 2014.
  40. (2008) Notas de lançamento para Get Smart. Warner Bros. Pictures.
  41. Bentley, Jean (21 de abril de 2010). 'Glee' Recap: Madonna Invades William McKinley High (em inglês) MTV News. Viacom. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 24 de abril de 2010.
  42. Billboard – Glee Cast featuring Chris Colfer and Amber Riley – 4 Minutes (em inglês) Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 15 de julho de 2011.
  43. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (CD single britânico - primeira edição) por Madonna. Warner Bros. Records. W 803.
  44. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (CD single britânico - segunda edição) por Madonna. Warner Bros. Records. 430436.
  45. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (maxi single alemão) por Madonna. Warner Bros. Records. 9362-49868-2.
  46. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (maxi single australiano) por Madonna. Warner Bros. Records. 9362-49868-2.
  47. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (12" single britânico) por Madonna. Warner Bros. Records. W803T.
  48. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (maxi single europeu) por Madonna. Warner Bros. Records. WB 463036.
  49. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (maxi single estadunidense) por Madonna. Warner Bros. Records. PRO-CDR-446652.
  50. (2008) Notas de lançamento para "4 Minutes" (12" single estadunidense) por Madonna. Warner Bros. Records. 463228-0.
  51. Cohen, Jonathan (27 de março de 2008). Leona Lewis Scores First U.S. No. 1 Hit (em inglês) Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 20 de junho de 2014.
  52. a b Pietroluongo, Silvio (2 de abril de 2008). Mariah, Madonna Make Billboard Chart History (em inglês) Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 19 de junho de 2014.
  53. a b Gold & Platinum Search Database – Madonna – 4 Minutes (em inglês) Recording Industry Association of America. Visitado em 19 de junho de 2014.
  54. The Nielsen Company Issues Top Ten U.S. Lists for 2008 (PDF) (em inglês) 5 pp. Nielsen SoundScan (12 de dezembro de 2008). Visitado em 20 de junho de 2014.
  55. Grein, Paul (30 de dezembro de 2008). Chart Watch Extra: The Year That Songs Overtook Albums (em inglês) Yahoo! Music. Visitado em 20 de abril de 2014.
  56. Grein, Paul (18 de junho de 2012). Week Ending July 15, 2012. Songs: Blow Me (One More Hit) (em inglês) Yahoo! Music. Visitado em 20 de junho de 2014.
  57. Canadian Hot 100: Week Ending March 27, 2008 (em inglês) Canadian Hot 100 (27 de março de 2008). Visitado em 20 de junho de 2014.
  58. a b Madonna – 4 Minutes (Canadian Hot 100) (em inglês) Canadian Hot 100. Visitado em 19 de junho de 2014.
  59. The Nielsen Company 2008 Canadian Music Industry Report (em inglês) Reuters (7 de janeiro de 2009). Visitado em 20 de junho de 2014.
  60. Australian Singles Chart (em inglês) ARIA Charts (14 de abril de 2008). Visitado em 20 de junho de 2014.
  61. a b Madonna – 4 Minutes (ARIA Charts) (em inglês) ARIA Charts. Visitado em 19 de junho de 2014.
  62. New Zealand Top 40 (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand (31 de março de 2008). Visitado em 20 de junho de 2014.
  63. a b Madonna – 4 Minutes (Recording Industry Association of New Zealand) (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Visitado em 19 de junho de 2014.
  64. a b Latest Gold / Platinum Singles (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 24 de julho de 2011.
  65. UK Singles Chart: Archive Date: March 29, 2008 (em inglês) The Official Charts Company (29 de março de 2008). Visitado em 20 de junho de 2014.
  66. a b Madonna – 4 Minutes (UK Singles Chart) (em inglês) The Official Charts Company. Visitado em 19 de junho de 2014.
  67. a b BPI Certifications Searchable database (em inglês) British Phonographic Industry. Visitado em 19 de junho de 2014.
  68. Madonna: The Official Top 40 (em inglês) MTV. Viacom. Visitado em 20 de junho de 2014.
  69. Rogers, Simon (10 de março de 2009). Best selling singles of 2008 (em inglês) The Guardian Guardian Media Group. Visitado em 20 de junho de 2014.
  70. Bull, Sarah (12 de maio de 2008). Madonna's sweet success continues (em inglês) News Limited News Corporation. Visitado em 20 de junho de 2014.
  71. Madonna – 4 Minutes (Media Control Charts) (em inglês) Media Control Charts. Visitado em 19 de junho de 2014.
  72. Madonna – 4 Minutes (Ö3 Austria Top 40) (em inglês) Ö3 Austria Top 40. Visitado em 19 de junho de 2014.
  73. Madonna – 4 Minutes (Ultratop 50) (em inglês) Ultratop 50. Visitado em 19 de junho de 2014.
  74. Madonna – 4 Minutes (Ultratop 40) (em inglês) Ultratop 40. Visitado em 19 de junho de 2014.
  75. Madonna – 4 Minutes (Tracklisten) (em inglês) Tracklisten. Visitado em 19 de junho de 2014.
  76. Madonna – 4 Minutes (IFPI Slovenská Republika) (em inglês) IFPI Slovenská Republika. Visitado em 19 de junho de 2014.
  77. Madonna – 4 Minutes (Productores de Música de España) (em inglês) Productores de Música de España. Visitado em 19 de junho de 2014.
  78. Madonna – 4 Minutes (Hot Dance Club Songs) (em inglês) Hot Dance Club Songs. Visitado em 19 de junho de 2014.
  79. Madonna – 4 Minutes (Digital Songs) (em inglês) Digital Songs. Visitado em 20 de junho de 2014.
  80. Madonna – 4 Minutes (Mainstream Top 40) (em inglês) Mainstream Top 40. Visitado em 19 de junho de 2014.
  81. Madonna – 4 Minutes (Pop Songs) (em inglês) Pop Songs. Visitado em 19 de junho de 2014.
  82. Madonna – 4 Minutes (IFPI Finlândia) (em inglês) IFPI Finlândia. Visitado em 19 de junho de 2014.
  83. Madonna – 4 Minutes (Syndicat National de l'Édition Phonographique) (em inglês) Syndicat National de l'Édition Phonographique. Visitado em 19 de junho de 2014.
  84. Madonna – 4 Minutes (Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége (em inglês) Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Visitado em 19 de junho de 2014.
  85. Madonna – 4 Minutes (Irish Recorded Music Association) (em inglês) Irish Recorded Music Association. Visitado em 19 de junho de 2014.
  86. Madonna – 4 Minutes (Federazione Industria Musicale Italiana) (em inglês) Federazione Industria Musicale Italiana. Visitado em 19 de junho de 2014.
  87. Madonna – 4 Minutes (Japan Hot 100) Japan Hot 100. Visitado em 19 de junho de 2014.
  88. Madonna – 4 Minutes (VG-lista) (em inglês) VG-lista. Visitado em 19 de junho de 2014.
  89. Madonna – 4 Minutes (MegaCharts) (em inglês) MegaCharts. Visitado em 19 de junho de 2014.
  90. Madonna – 4 Minutes (Związek Producentów Audio Video) (em inglês) Związek Producentów Audio Video. Visitado em 19 de junho de 2014.
  91. Madonna – 4 Minutes (IFPI Česká Republika) (em inglês) IFPI Česká Republika. Visitado em 19 de junho de 2014.
  92. Madonna – 4 Minutes (Romanian Top 100) (em inglês) Romanian Top 100. Visitado em 19 de junho de 2014.
  93. Madonna – 4 Minutes (Sverigetopplistan) (em inglês) Sverigetopplistan. Visitado em 19 de junho de 2014.
  94. Madonna – 4 Minutes (Schweizer Hitparade) (em inglês) Schweizer Hitparade. Visitado em 19 de junho de 2014.
  95. (31 de maio de 2008) "Eurochart Hot 100 Singles". Billboard 120 (22): 55. ISSN 0006-2510. Visitado em 19 de junho de 2014.
  96. Madonna – 4 Minutes (Record Report) (em espanhol) Record Report. Visitado em 19 de junho de 2014.
  97. ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Singles 2008 (em inglês) Australian Recording Industry Association. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 5 de dezembro de 2010.
  98. Jahreshitparade 2008 (em inglês) Ö3 Austria Top 40. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 27 de novembro de 2010.
  99. 2008 Belgian Flanders Year-end Singles (em inglês) Ultratop 50. Visitado em 19 de junho de 2014.
  100. 2008 Belgian Wallonia Year-end Singles (em inglês) Ultratop 40. Visitado em 19 de junho de 2014.
  101. Canadian Hot 100 Year-End 2008 (em inglês) Canadian Hot 100. Visitado em 19 de junho de 2014.
  102. a b Top 50 Canciones 2008 (PDF) (em espanhol) Productores de Música de España. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 21 de junho de 2013.
  103. 2008 Year-End Billboard Hot 100 Singles (em inglês) Billboard Hot 100. Visitado em 19 de junho de 2014.
  104. 2008 Year-End Billboard Pop Songs (em inglês) Pop Songs. Visitado em 19 de junho de 2014.
  105. Classement Téléchargments Singles – année 2008 (em inglês) Syndicat National de l'Édition Phonographique. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 28 de setembro de 2013.
  106. Éves összesített listák – année 2008 (em inglês) Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 28 de dezembro de 2010.
  107. Irish Charts » Best of 2008 (em inglês) Irish Recorded Music Association. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2010.
  108. Annual Top 50 Singles 2008 (em inglês) Recording Industry Association of New Zealand. Visitado em 19 de junho de 2014.
  109. Jaaroverzichten 2008 singles (em inglês) MegaCharts. Visitado em 19 de junho de 2014.
  110. UK Best Selling Singles (1999–2009) (PDF) (em inglês) The Official Charts Company. Visitado em 19 de junho de 2014.
  111. Årslista Singlar – År 2008 (em inglês) Sverigetopplistan. Visitado em 19 de junho de 2014.
  112. Swiss Year-End Charts 2008 (em inglês) Schweizer Hitparade. Visitado em 19 de junho de 2014.
  113. 2008 Year-End European Singles (em inglês) Eurochart Hot 100 Singles. Visitado em 19 de junho de 2014.
  114. Éves összesített listák – année 2009 (em inglês) Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 28 de dezembro de 2010.
  115. ARIA Charts – Decade End – Top 100 Singles 2000s (PDF) Australian Recording Industry Association. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 5 de dezembro de 2010.
  116. Gold-/Platin-Datenbank (Madonna; '4 Minutes') (em alemão) Bundesverband Musikindustrie. Visitado em 19 de junho de 2014.
  117. ARIA Charts – Accreditations – 2008 Singles (em inglês) Australian Recording Industry Association. Visitado em 19 de junho de 2014.
  118. Ultratop – Goud en Platina – 2008 (em neerlandês) Ultratop. Visitado em 19 de junho de 2014.
  119. Madonna (em português brasileiro) Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Visitado em 19 de junho de 2014.
  120. Guld og platin 2008 (em dinamarquês) IFPI Dinamarca. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 16 de dezembro de 2010.
  121. Tilastot – Madonna – Kultalevy (em inglês) IFPI Finlândia. Visitado em 19 de junho de 2014.
  122. Certificaciones (em espanhol) Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2012.
  123. Søk artist i trofélister (em norueguês) IFPI Noruega. Visitado em 19 de junho de 2014.
  124. IFPI Sweden (em sami setentrional) Grammofon Leverantörernas Förening. Visitado em 19 de junho de 2014.
  125. Amazon.com: 4 Minutes [Featuring Justin Timberlake: Music] (em inglês) Amazon. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de abril de 2008.
  126. 4 Minutes: Amazon.de: Musik (em inglês) Amazon. Visitado em 19 de junho de 2014. Cópia arquivada em 11 de abril de 2008.
  127. 4 Minutes [Single Maxi: Amazon.fr: Music] (em inglês) Amazon. Visitado em 19 de junho de 2014.
  128. iTunes - Music - 4 Minutes (Remixes) by Madonna feat. Justin Timberlake & Timbaland (em inglês) iTunes Store. Apple Inc.. Visitado em 19 de junho de 2014.
  129. 4 Minutes [Single: Amazon.co.uk: Music] (em inglês) Amazon. Visitado em 19 de junho de 2014.
  130. iTunes - Music - 4 Minutes by Madonna feat. Justin Timberlake & Timbaland (em inglês) iTunes Store. Apple Inc.. Visitado em 19 de junho de 2014.
  131. Amazon.com: 4 Minutes – The Remixes: Music (em inglês) Amazon. Visitado em 19 de junho de 2014.