7,62 x 39 mm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Cartuchos de 7,62 x 39 mm de origem iugoslava.

O 7,62 x 39 mm é um cartucho de fuzil, de fabricação soviética. Foi desenvolvido durante a Segunda Guerra Mundial e utilizado na carabina SKS.

O cartucho foi influenciado por uma variedade de produtos feitos em outros países, especialmente a bala experimental alemã GeCo 7,52 x 39 mm, e possivelmente pela 7,92 x 33 mm Kurz alemã ("kurz" significa "curto" em alemão). Posteriormente, um dos fuzis de combate mais conhecidos no mundo, o AK-47, foi criado, sendo utilizada esta munição. Seu substituto, o 5,45 x 39 mm é igual em poderio (devido a peculiar e duvidosa legalidade internacional em seu desenvolvimento) e mais controlável no fogo automático (devido ao seu baixo retrocesso), porém mais caro.

Em contraste com a 7,62 usada pela OTAN (7,62 x 51 mm), a 7,62 mm russa é menos potente, o que também significa menor alcance e letalidade, mas também menos retrocesso e tamanho. Quando a OTAN se deu conta destas vantagens, mudou para 5,56 x 45 mm. Menor e mais leve do que o russo, mas de alta velocidade (950 metros por segundo do 5,56 mm, em comparação com o 715 metros, do 7,62 mm russo). As características de letalidade dos dois cartuchos são aproximadamente semelhantes, com o 5,56 mm apresentando uma trajetória mais plana.


Este artigo relativo a armas de fogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.