ADM-20 Quail

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
ADM-20 Quail
ADM-20C-40-MC Quail decoy missile at NMUSAF.jpg
Local de origem  Estados Unidos
História operacional
Utilizadores  Estados Unidos
Histórico de produção
Período de
produção
setembro de 1960
Especificações
Peso 543 kg
Comprimento 3,94 m
Largura 1,65 m
Altura 1,02 m
Ogiva sem carga explisva
Alcance
Operacional
716 km
Altitude de vôo 15,200 m
Velocidade 0.9 Mach
Plataforma de
lançamento
B-52 Stratofortress.

O ADM-20 Quail, originalmente designado GAM-72, foi um falso míssil lançado do ar destinado a confundir os radares de defesa aérea da ex União Soviética com uma assinatura radar muito semelhante à do bombardeiro B-52, imitando ainda o seu perfil de voo, velocidade e altitude.[1]

Produzido pela McDonnell Aircraft Corporation, fez o seu primeiro voo de testes em julho de 1957 e entrou em produção após dezembro de 1958 data em que foi assinado o contrato.[2] Em setembro de 1960 a USAF recebe o seu primeiro míssil e no ano seguinte durante o mês fevereiro o primeiro esquadrão equipado com o Quail é declarado operacional.[3]

Destinado a ser usado durante um ataque de bombardeamento real, para confundir a rede de radares inimiga, era transportado até um máximo de oito unidades, embora habitualmente e em condições operacionais só quatro unidades fossem transportados no interior do compartimento de bombas, fazendo uso do sistema de asas retrateis e lançado aquando da penetração em espaço aéreo hostil. [3] Além destas características podia ainda ser pré-programado, ainda em terra para durante o voo executar duas voltas e uma mudança de velocidade, tinha ao dispôr um sistema de ECM e um repetidor de radar, nas versões posteriores era ainda euipado com dispensadores de chaff (engodo para mísseis guiados p/ infravermelhos) e uma fonte de calor para simular a assinatura do B-52 na faixa dos infravermelhos.[3]

Propulsionado por um motor turbojato General Electric J85-GE-3 com uma autonomia aproximada de 825 Km, nas primeiras versões sofria de graves problemas de fiabilidade, obrigando a uma nova variante do motor designada J85-GE-7 , esta nova versão foi originalmente designada GAM-72A, era também mais leve em cerca de 90 Kg e tinha uma asa menor, o que lhe reduziu a autonomia para 650 Km. Voou pela primeira vez em março de 1960. Em 1963 todos os mísseis disponíveis foram atualizados para poderem operar a baixa altitude, pela adição de um altímetro barométrico podendo assim serpentear o terreno sobrevoado, nesta configuração foi designado GAM-72B.[3]

Variantes
  • GAM-72 designação posterior ADM-20A
  • GAM-72A designação posterior ADM-20B
  • GAM-72B designação posterior ADM-20C


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. National Museum of the Air Force (10/11/2007). MCDONNELL ADM-20 QUAIL. USAF. Página visitada em 29/07/2012.
  2. FAS. ADM-20 Quail. Federation of American Scientists. Página visitada em 29/07/2012.
  3. a b c d McDonnell GAM-72/ADM-20 Quail (em Inglês). Directory of U.S. Military Rockets and Missiles (21/11/2002). Página visitada em 29/07/2012.