ATIS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Serviço Automático de Informação Terminal, ou ATIS - Automatic Terminal Information Service, é uma transmissão automática contínua de informações referentes a um Aeroporto movimentado. As transmissões ATIS contém informações essenciais, como clima, pista em uso, rotas de aproximação disponíveis, e qualquer informação requerida por pilotos, como NOTAMs. Normalmente os pilotos ouvem a transmissão ATIS local antes de entrar em contato com o centro de controle local a fim de reduzir a carga de trabalho dos controladores e descongestionar as frequências. [1]

A gravação é atualizada em intervalos específicos ou quando houver uma mudança significativa na informação, como alteração da pista em uso. Cada atualização recebe uma letra de identificação (Ex.: bravo), do Alfabeto Fonético Internacional.

Os designadores usados em informações ATIS consecutivas seguirão a ordem alfabética, cuja sequência será reiniciada à 00:00 UTC.

Os pilotos devem informar que receberam a informação ATIS transmitida, ao entrar em contato com o Controle de Aproximação ou com a Torre de controle do Aeródromo, de acordo com as circunstâncias; e o órgão contactado informará à aeronave o ajuste de altímetro(QNH) atualizado, ao responder à mensagem indicada anteriormente ou no caso de aeronave chegando, em qualquer outra posição prevista nos procedimentos de aproximação vigentes.

Mensagens Exemplo[editar | editar código-fonte]

Chegando e saindo[editar | editar código-fonte]

As mensagens ATIS para aeronaves que estão, simultaneamente, chegando e as que estão saindo, se possível deverão conter as informações abaixo, na seguinte ordem:

a) nome do aeródromo, designador e hora da observação; b) tipo(s) de aproximação(ões) esperada(s);

c) pista(s) em uso;

d) informações significativas sobre as condições de pista incluindo, se apropriado, as características de frenagem;

e) atrasos devido a esperas, se apropriado;

f) nível de transição;

g) outras informações essenciais a operação, caso haja

h) direção e velocidade do vento de superfície e suas variações significativas;

i) visibilidade, incluindo variações significativas e, caso disponível, o alcance visual na pista;

j) condições meteorológicas presentes;

k) quantidade e altura da base das nuvens ou o TETO, quando for o caso;

l) temperatura do ar;

m)ajuste de altímetro (QNH);

n) outras informações meteorológicas significativas, incluindo a tendência prevista, se houver;

o) instrução no sentido de que, ao estabelecer contato inicial com órgão pertinente, o piloto acuse o recebimento de mensagem ATIS, incluindo o designador.


Exemplo:

INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO – INFORMAÇÃO ALFA – 12:30 
– ESPERE PROCEDIMENTO LOCALIZADOR X-RAY PISTA UNO CINCO
– POUSO PISTA UNO CINCO – DECOLAGEM PISTA UNO ZERO 
– NÍVEL DE TRANSIÇÃO ZERO MEIA ZERO – GLIDE SLOPE PISTA UNO CINCO FORA DE SERVIÇO
– VENTO UNO DOIS ZERO GRAUS OITO NÓS – RAJADA DOIS ZERO NÓS
– VISIBILIDADE DOIS MIL ICA 100-12/2009 147 METROS – RVR UNO OITO ZERO ZERO METROS
– PANCADA DE CHUVA – QUATRO OITAVOS CÚMULOS-NIMBOS UNO MIL PÉS
– TEMPERATURA DOIS UNO GRAUS - AJUSTE UNO ZERO UNO UNO – 
CÚMULOS-NIMBOS SETOR ESTE/SUDESTE– INFORME QUE RECEBEU INFORMAÇÃO ALFA.
Mensagem Explicação
INTERNACIONAL DO RIO DE JANEIRO – INFORMAÇÃO ALFA – 12:30 Indica que a transmissão é para aeronaves chegando e saíndo do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, Letra de identificação ALFA, das 12:30 UTC.
ESPERE PROCEDIMENTO LOCALIZADOR X-RAY PISTA UNO CINCO – POUSO PISTA UNO CINCO – DECOLAGEM PISTA UNO ZERO Indica procedimento de aproximação ILS para pista 15. Pousos serão realizados na pista 15 e decolagens na pista 10.
NÍVEL DE TRANSIÇÃO ZERO MEIA ZERO Altitude de Transição 6000 pés
GLIDE SLOPE PISTA UNO CINCO FORA DE SERVIÇO Informa que o indicador de Rampa de Aproximação do ILS pista 15 está inoperante
VENTO UNO DOIS ZERO GRAUS OITO NÓS – RAJADA DOIS ZERO NÓS Indica que o vento sopra de 120º com velocidade de 8 nós e rajadas de 20 nós.
VISIBILIDADE DOIS MIL METROS - RVR UNO OITO ZERO ZERO METROS Indica visibilidade de 2000m e alcance visual na pista de 1800m.
PANCADA DE CHUVA – QUATRO OITAVOS CÚMULOS-NIMBOS UNO MIL PÉS Informa que no momento ocorrem pancadas de chuva e que 4/8 do céu está encoberto por nuvens cúmulos-numbus a 1000 pés de altura.
TEMPERATURA DOIS UNO GRAUS Indica a temperatura local no aeródromo
AJUSTE UNO ZERO UNO UNO Informa o ajuste do altimetro é 1011 Milibares
CÚMULOS-NIMBOS SETOR ESTE/SUDESTE informa da existência de nuvens cúmulos-nimbus no setor E/SE do aeródromo.
INFORME QUE RECEBEU INFORMAÇÃO ALFA. Lembra ao piloto que deve informar em seu próximo contato com o órgão de controle que recebeu esta mensagem.


Veja METAR para maiores informações sobre mensagens climáticas e terminologia aeronáutica.

Chegando[editar | editar código-fonte]

As mensagens ATIS para aeronaves que estão chegando, se possível deverão conter as informações abaixo, na seguinte ordem:

a) nome do aeródromo, INFORMAÇÃO DE CHEGADA, designador e hora da observação;

b) tipo(s) de aproximação(ões) esperada(s);

c) pista(s) de pouso em uso;

d) informações significativas sobre as condições de pista incluindo, se apropriado, as características de frenagem;

e) atrasos devido a esperas, se apropriado;

f) nível de transição;

g) outras informações essenciais a operação, caso haja

h) direção e velocidade do vento de superfície e suas variações significativas;

i) visibilidade, incluindo variações significativas e, caso disponível, o alcance visual na pista;

j) condições meteorológicas presentes;

k) quantidade e altura da base das nuvens ou o TETO, quando for o caso;

l) temperatura do ar;

m) ajuste de altímetro (QNH);

n) outras informações meteorológicas significativas, incluindo a tendência prevista, se houver;

o) instrução no sentido de que, ao estabelecer contato inicial com o órgão pertinente, o piloto acuse o recebimento da mensagem ATIS, incluindo o designador.

Exemplo:

INTERNACIONAL DE BRASÍLIA – INFORMAÇÃO DE CHEGADA DELTA – 14:00
– ESPERE PROCEDIMENTO ILS PISTA UNO UNO – PISTA EM USO UNO UNO
– NÍVEL DE TRANSIÇÃO ZERO SETE ZERO – VENTO UNO ZERO ZERO GRAUS CINCO NÓS
– VISIBILIDADE DOIS MIL METROS – RVR UNO OITO ZERO ZERO METROS
– NÉVOA ÚMIDA – QUATRO OITAVOS DOIS MIL PÉS – AJUSTE UNO ZERO UNO ZERO
– TEMPERATURA UNO SETE GRAUS – INFORME SE RECEBEU INFORMAÇÃO DE CHEGADA DELTA.

Saindo[editar | editar código-fonte]

As mensagens ATIS para aeronaves que estão saindo, se possível deverão conter as informações abaixo, na seguinte ordem:

a) nome do aeródromo, INFORMAÇÃO DE SAÍDA, designador e hora da observação;

b) pista(s) de decolagem em uso; 148 ICA 100-12/2009

c) informações significativas sobre as condições de pista incluindo, se apropriado, as características de frenagem;

d) atrasos na decolagens, se apropriado;

e) nível de transição;

f) outras informações essenciais a operação, caso haja;

g) direção e velocidade do vento de superfície e suas variações significativas;

h) visibilidade, incluindo variações significativas e, caso disponível, o alcance visual na pista;

i) condições meteorológicas presentes;

j) quantidade e altura da base das nuvens ou o TETO, quando for o caso;

k) temperatura do ar;

l) ajuste de altímetro (QNH);

m)outras informações meteorológicas significativas, incluindo a tendência prevista, se houver; e

n) instrução no sentido de que, ao estabelecer contato inicial com o órgão pertinente, o piloto acuse o recebimento da mensagem ATIS, incluindo o designador.

Exemplo:

INTERNACIONAL DE CONGONHAS – INFORMAÇÃO DE SAÍDA GOLF – 09:00
– DECOLAGEM PISTA TRÊS CINCO DA ESQUERDA – NÍVEL DE TRANSIÇÃO ZERO SETE ZERO
– VENTO TRÊS DOIS ZERO GRAUS SETE NÓS – VISIBILIDADE DOIS MIL METROS
– NÉVOA SECA SETOR NORDESTE/NOROESTE – TEMPERATURA UNO NOVE GRAUS
– AJUSTE UNO ZERO UNO DOIS – INFORME SE RECEBEU INFORMAÇÃO DE SAÍDA GOLF.

Operação do sistema[editar | editar código-fonte]

Geralmente o ATIS em um aeródromo é fornecido por sistema de voz automatizado, o que permite a um controlador de tráfego ocupado facilmente digitar uma nova mensagem ATIS em vez de ter que gravar a mensagem ditando-a, o que ocuparia muito mais tempo. A maioria dos aeródromos em um país muitas vezes utilizam o mesmo formato ou layout, usando a mesma voz automatizada. Por exemplo: Todas as mensagens ATIS nos maiores aeroportos do Reino Unido, como Heathrow, Gatwick, Manchester, Birmingham, Edinburgh e mesmo os menores aeródromos como East Midlands e Newcastle utilizam formato e layout similares e todos possuem a mesma voz automática.


D-ATIS[editar | editar código-fonte]

Muitos aeródromos empregam o uso do ATIS Digital (ou D-ATIS. O D-ATIS é uma versão de texto da transmissão de audio do ATIS, transmitida digitalmente. Essa mensagem é acessada através de um servico de link de dados como o Acars[2] e é exibido em uma tela no painel da aeronave. O D-ATIS é incorporado como parte de sistemas na aeronave como: EFB ou FMS. O D-ATIS pode ser integrado com o núcleo do sistema ATIS ou distribuído separadamente através de uma interface de dados entre o ATIS e o D-ATIS.

Referências

  1. MINISTÉRIO DA DEFESA; COMANDO DA AERONÁUTICA. ICA 100-12 - REGRAS DO AR E SERVIÇOS DE TRÁFEGO AÉREO (pdf) (em português) 08 de outubro de 2009. Visitado em 21 de abril de 2013.
  2. http://www.eurocontrol.int/acars/public/standard_page/overview.html

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]