A Arte de Amar bem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Arte de Amar…Bem
A Arte de Amar…Bem (BR)
 Brasil
1970 • cor • 90 min 
Direção Fernando de Barros
Roteiro Fernando De Barros e Roberto Freire
Elenco Eva Wilma
Raul Cortez
Otelo Zeloni
Consuelo Leandro
John Herbert
Íris Bruzzi
Género comédia
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

A Arte de Amar…Bem é um filme brasileiro do gênero comédia, realizado em 1970, em três episódios, dirigidos por Fernando de Barros. Baseado em contos e peças teatrais de Silveira Sampaio (da Trilogia do Herói Grotesco) com filmagens em Ilha Bela e São Paulo (boate "O Beco" e autódromo de Interlagos)

Elenco e sinopses[editar | editar código-fonte]

Segmento: A inconveniência de ser esposa[editar | editar código-fonte]

Sinopse: Inês e Ronaldo são abandonados pelos cônjuges e preparam uma vingança simulando uma ardente paixão.

Segmento: A honestidade da mentira[editar | editar código-fonte]

Sinopse: Oscar é casado com Cremilda e toda noite chega tarde alegando "serão". Mas na comemoração do aniversário de casamento, Cremilda descobre a verdade.

Segmento: A garçoniére do meu marido[editar | editar código-fonte]

Sinopse: Piloto de automóveis mantém local para encontros amorosos, dividido com amigos, e sua mulher descobre e vai até lá preparar-lhe uma surpresa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.