A Boy Named Charlie Brown

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Boy Named Charlie Brown
Charlie Brown e Snoopy (BR)
 Estados Unidos
1969 • cor • 81 min 
Direção Bill Melendez
Argumento Charles M. Schulz
Elenco Peter Robbins
Pamelyn Ferdin
Sally Dryer
Bill Meléndez
Gleen Gilger
Andy Pforsich
Anne Altieri
Erin Sullivan
Linda Mendelson
e outros.
Género animação, comédia
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

A Boy Named Charlie Brown (no Brasil: Charlie Brown e Snoopy ou Um menino chamado Charlie Brown) é um filme americano de 1969 da turma dos Peanuts e o primeiro deles.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Tudo começa com Linus van Pelt, Lucy van Pelt e Charlie Brown observando as nuvens. Charlie Brown se prepara para mais um grande jogo de baseball, acreditando que aquele seria um grande ano, que seria o primeiro jogo que eles conseguiriam ganhar. E mais uma vez o seu time é derrotado pelos visitantes. Charlie Brown, arrasado, acredita que não é capaz de fazer nada direito e que tudo o que faz acaba sendo um fracasso. Ele consulta a sua psiquiatra, Lucy e pede por ajuda. A menina mostra ao garoto todos os seus defeitos através de slides, deixando-o mais infeliz ainda. No dia seguinte, quando as crianças vão à escola,ironicamente Lucy pergunta se Charlie não gostaria de participar do jogo de soletrar. Linus sugere que ele aceite, que aquilo seria bom para ele, provaria para todos que Charlie Brown não era um azarado. Patty, Lucy e Violeta caçoam dele, afirmando que ele faria papel de palhaço e que ele seria um fracasso total. Sem acreditar no que dizem, Charlie se candidata e consegue passar na primeira fase do jogo de soletração e vai para sua casa estudar para se preparar para a próxima etapa do dia seguinte junto com Linus através da canção I before E. No dia seguinte, com muito sucesso, Charlie Brown vence e acredita que seria o fim. Mas era apenas o começo. A vitória fez dele o representante do concurso nacional de soletração, nível superior. Ao descobrir, Charlie passa a estudar em dobro para poder ganhar o concurso e não decepcionar todos.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

As canções: "A Boy Named Charlie Brown", "Failure Face" e "Champion Charlie Brown" foram escritas por Rod McKuen e a canção "I before", cantada por Linus e Charlie Brown, foi escrita por John Scott Trotter. A trilha sonora foi feita por Vince Guaraldi. Alguns dos principais temas dos especiais dos anos 60 de Peanuts estão presentes. Os temas que eram novos são: o instrumental de "A Boy Named Charlie Brown" e o instrumental de "Champion Charlie Brown". Lista de alguns temas tocados durante o filme:

  • A Boy Named Charlie Brown(instrumental)
  • Linus and Lucy
  • Charlie Brown's All Stars
  • Baseball Theme
  • Champion Charlie Brown(instrumental)

Lançamento[editar | editar código-fonte]

No Brasil, o filme foi lançado em DVD com a primeira dublagem e foi apresentado no Cartoon Network com uma dublagem diferente. Um fato curioso é que na dublagem original alguns personagens tiveram os nomes alterados. Exemplo: Duque (Linus), Clara (Lucy), Beth (Patty), Gênio (Schroeder). Na 2ª dublagem, todos os personagens, sem exceção, mantiveram os nomes originais.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Foi o primeiro filme da turma dos Peanuts.
  • A personagem Patty Pimentinha faz uma rápida aparição no filme, enquanto todos estavam na escola comemorando a vitória de Charlie Brown. Ela também foi vista quando Charlie Brown estava indo entrar no ônibus, enquanto todos desejavam boa sorte. Ela estava segurando uma placa que estava escrito "CHUCK", que é como Charlie Brown é chamado por ela, no original.
  • Em 1972, foi feito o segundo longa metragem da turma: Volte para casa, Snoopy. Diferente do primeiro filme, o segundo é mais focado em Snoopy e marca a primeira aparição de Woodstock.
  • Quando o filme foi lançado ao Brasil, algumas partes do filme foram cortadas. Exemplo: Após Charlie Brown ter visto todas as suas faltas projetadas numa tela, Lucy tenta enrolar Charlie Brown, encorajando-o de chutar a bola. E após a sua queda (como sempre acontece) foi gravado todo o momento em que Charlie Brown corria até alcançar a bola e quando foi tirada da posição, no último momento.
  • Outra parte também editada foi o momento em que depois que Charlie descobre que a vitória levou para uma competição nacional de soletração, todos começam a discutir o que Charlie deve ou não deve fazer. Uma parte dela é mostrada, no lançamento no Brasil, mas não foi mostrada a reunião completa.
  • Outra parte que sofreu corte foi quando Charlie Brown, não aguentando o ritmo do estudo, adormece e acorda com a Lucy reclamando e ele acorda rapidamente. Não há uma explicação para esses cortes.
  • Quando foi exibido no Cartoon Network, com uma nova dublagem, os mesmos cortes foram mantidos.