A Confissão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
A Confissão
L'aveu
A Confissão (PT/BR)
1970 • 139 min 
Direção Constantin Costa-Gavras
Roteiro Lise London, Jorge Semprún
Elenco Yves Montand
Simone Signoret
Gabriele Ferzetti
Michel Vitold
Jean Bouise
László Szabó
Género drama
País  França  Itália
Idioma francês
Página no IMDb (em inglês)

A Confissão (L'aveu (fr) ou La confessione (it)) é um filme franco-italiano de 1970, do gênero drama biográfico, realizado por Constantin Costa-Gavras, baseado em romance de Artur London.

O filme conta as memórias de Arthur London, um político checoslovaco, e obteve um poder de convicção intenso e penoso devido à identificação do protagonista Yves Montand no desempenho do seu papel. Um epílogo onde foi posto um fim totalitário à Primavera de Praga, coloca acontecimentos em perspectiva desoladora.


Sinopse[editar | editar código-fonte]

O político checoslovaco Arthur London é raptado por desconhecidos que, sem qualquer forma de processo, e que através de martírios e intimidações desejam que confesse traição ao partido.

A sua resistência quebra e durante um julgamento é considerado culpado, mas a sua esposa e os seus amigos conseguem amnistia decorridos cinco anos.

O texto é O Zero e o Infinito, de Arthur Koestler.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Os Melhores Filmes de Todos os Tempos, de Alan Smithee, 1995
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.