A Conquista do Oeste

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
How the West Was Won
A Conquista do Oeste (PT/BR)
 Estados Unidos
1962 • cor • 164 min 
Direção John Ford
Henry Hathaway
George Marshall
Roteiro James R. Webb
Narração Spencer Tracy
Elenco Gregory Peck
Henry Fonda
Carroll Baker
Debbie Reynolds
James Stewart
Género faroeste
drama
épico
Idioma inglês
Música Alfred Newman
Página no IMDb (em inglês)

How the West Was Won (br / pt: A conquista do oeste) é um filme épico estadunidense de 1962, dirigido por John Ford, Henry Hathaway e George Marshall.

O filme procura retratar em seus 164 minutos a conquista do Oeste estadunidense, desde os primeiro pioneiros até a chegada da estrada de ferro, trazendo o progresso, e as transformações ocorridas no período, como o estabelecimento de uma típica família de pioneiros na região, desde sua chegada ao Velho Oeste, e os desdobramentos e pequenas e grandes tragédias por que passa em sua evolução. É um imenso painel, reunindo um elenco famoso. Foi rodado na técnica cinerama. É um dos poucos filmes estadunidenses que conta em seus créditos com três diretores responsáveis.

Direção[editar | editar código-fonte]

O trabalho de direção foi dividido entre os diretores por segmentos da história: John Ford dirigiu o segmento da Guerra Civil dos Estados Unidos da América; Henry Hathaway, os segmentos dos Rios, Planícies e Os Fora-da-Lei; e George Marshall ficou com o segmento da Estrada de Ferro.

Houve ainda a participação na direção de Richard Thorpe, não-creditada, dirigindo as sequências históricas que serviam de transição para as sequências principais.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Filme épico que narra os 50 anos da expansão americana rumo ao Oeste, entre 1830 e 1880, vistos através das experiências das famílias Prescott e Rawlings, passando pelo isolamento dos sítios construídos pelos pioneiros, pela corrida do ouro, pela guerra civil americana e, finalmente, pela construção das estradas de ferro.

Segue os Prescotts, uma família imigrante do Leste, por quatro gerações, do Canal Erie, por volta de 1830, até meio século depois, quando efetivamente se estabelecem. Pelo caminho encontram piratas fluviais e escapam com a ajuda do caçador de peles Linus Rawlings, que posteriormente se casa com uma de suas filhas, Eve. A outra filha, Lilith, transforma-se em uma cantora de barcaça e atrai o olhar do aventureiro Cleve Van Valen. Eles cruzam as planícies juntos em um trem de passageiros e ganham e perdem uma fortuna na California; enquanto isso Linus se torna fazendeiro e, com a Guerra da Secessão, se junta ao exército da União e é morto na batalha de Shiloh. Um de seus filhos, Zeb, também se junta ao exército e, com o final da guerra, permanece como oficial de cavalaria e é mandado para o Colorado para ajudar na segurança da estrada de ferro que cruzava a terra dos índios. Enquanto isso Lilith transforma-se na senhora mais rica da família, tendo sobrevivido tempo suficiente para ver o sonho do assentamento dos pioneiros no Velho Oeste realizado.

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

[1]

e mais:

Fonte: http://www.imdb.com/title/tt0056085/fullcredits#cast

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1964 (EUA)

Prêmio Eddie 1964 (American Cinema Editors, EUA)

  • Venceu na categoria de filme melhor editado.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre A Conquista do Oeste