A Guerra dos Pelados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
A Guerra dos Pelados
 Brasil
1970 • cor • 98 min 
Direção Sylvio Back
Roteiro Sylvio Back
Guido Wilmar Sassi
Elenco Átila Iório
Jofre Soares
Stênio Garcia
Otávio Augusto
Zózimo Bulbul
Género drama épico
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

A Guerra dos Pelados é um filme brasileiro de 1970, do gênero drama épico, dirigido por Sylvio Back.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme é baseado no episódio histórico da Guerra do Contestado (1912-1916), quando em 1913, em Santa Catarina, houve um conflito envolvendo cessão de terras a uma estrada de ferro estrangeira. Os expropriados foram chamados de "pelados", pois rasparam a cabeça e se entricheiraram num reduto messiânico, lembrando Canudos.

Filmado em Caçador (Santa Catarina), roteiro chegou a detalhes na guerra corpo a corpo e na estratégia militar.

Encerra-se depois que os pelados sofreram duro golpe em Taquaruçu, onde 700 soldados da República os fazem recuar e fugir para Caraguatá. As cenas finais são dos sobreviventes, a cavalo e a pé, rumando para Caraguatá, já sob liderança de resistência de Adeodato e sob liderança espiritual de Ana, a jovem com 15 anos de idade.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]