A Lei do Desejo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
La ley del deseo
A Lei do Desejo (PT/BR)
Flag of Spain.svg Espanha
1987 •  cor •  102 min 
Direção Pedro Almodóvar
Roteiro Pedro Almodóvar
Elenco Eusebio Poncela
Carmen Maura
Antonio Banderas
Miguel Molina
Género drama
Idioma espanhol
Página no IMDb (em inglês)

La ley del deseo (br / pt: A Lei do Desejo) é um filme espanhol de 1987 dirigido por Pedro Almodóvar.

Foi o primeiro filme espanhol polémico da história, por abordar assuntos que na época eram grandes tabus da sociedade, como a homossexualidade, a pedofilia, a SIDA e a mudança de sexo. Foi o primeiro filme erótico a ser exibido em Portugal na RTP1, integralmente, depois do escândalo que foi o filme «Pato com Laranja» em 1983.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois da estreia do seu último filme, o realizador Pablo Quintero é abandonado pelo amante, Juan, que decide ir viver para uma pequena aldeia costeira. Mantendo ambos uma belíssima amizade, para continuar a sua carreira e esquecer tudo o que passou, Pablo inicia o seu próximo projecto, onde participam Tina, a sua solitária irmã transsexual, e Ada, uma rapariga adoptada. A obra, quando estreia, torna-se num sucesso, e quando celebram o acontecimento Pablo é seduzido por António, o filho de um ministro importante, e ambos apaixonam-se um pelo outro. António, ao saber da antiga paixão de Pablo e ao saber que ainda são amigos, dirige-se à aldeia onde vive Juan e empurra-o do alto de um penhasco. Na hora do crime, António decide usar uma camisa de Pablo, para que as suspeitas recaiam sobre ele e Tina, o que acontece de facto. Entretanto, Pablo sofre um acidente de automóvel e perde a memória. Tina tenta curar o irmão, recordando-lhe as suas relações sentimentais. Nesse momento, descobre-se que Tina mudou de sexo para manter uma relação incestuosa com o seu pai, que vem de há muitos anos. E a partir daí, começam a acontecer coisas que mudarão para sempre a vida de Pablo e Tina, e António irá encontrar a paga pela sua injustiça e pelo seu amor doentio.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Berlim 1987 (Alemanha)

  • Vencedor do prêmio de Melhor Filme de Longa-Metragem do Ano.

San Francisco International Lesbian & Gay Film Festival 1987 (EUA)

  • Vencedor na categoria de Melhor Longa-Metragem.

Festival de Cine de Bogotá 1988 (Colômbia)

  • Venceu nas categoria de Melhor Atriz (Carmen Maura), Melhor Diretor (Pedro Almodóvar), Melhor Edição (José Salcedo) e Melhor Roteiro (Pedro Almodóvar).
  • Indicado na categoria de Melhor Filme.

Fotogramas de Plata 1988 (Espanha)

  • Venceu na categoria de Melhor Filme Espanhol.
  • Indicado nas categorias de Melhor Ator em Cinema (Antonio Banderas) e Melhor Atriz em Cinema (Carmen Maura).

Premios Sant Jordi 1988 (Espanha)

  • Venceu na categoria de Melhor Ator Espanho (Antonio Banderas).
  • Escolhido como o melhor filme pelo público.

Recepção e Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A cena mais famosa do filme é a que mostra Antonio (personagem de Banderas), fazendo sexo anal com Pablo.
  • Este filme estreou em Portugal na televisão, na RTP1, denominado na época de "Canal 1", na rubrica "Última Sessão", transmitida às 23 horas e 45 minutos do dia 16 de Fevereiro de 1991. Depois do escândalo que suscitou a exibição do filme "Pato com Laranja", este foi o segundo filme erótico emitido na televisão pública, provocando também uma grande revolução na sociedade portuguesa em relação aos filmes eróticos.
  • Quando o filme foi exibido, muitos telespectadores indignaram-se com a sua exibição, devido aos conteúdos ousados que o filme tem, e remeteram uma data de queixas para a Alta Autoridade para a Comunicação Social, o que originou o célebre "Processo da Lei do Desejo". No final, a mesma entidade entendeu que o filme foi exibido num horário decente e que as queixas foram infundadas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]