A Man for All Seasons

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Man for All Seasons
Um homem para a eternidade (PT)
O homem que não vendeu sua alma (BR)
Pôster original de lançamento do filme
1966 • cor • 120 min 
Direção Fred Zinnemann
Roteiro Robert Bolt
Elenco Paul Scofield
Wendy Hiller
Leo McKern
Robert Shaw
Orson Welles
Susannah York
John Hurt
Género drama biográfico
País  Reino Unido
Idioma inglês / latim
Página no IMDb (em inglês)

A Man for All Seasons (O Homem que não vendeu sua alma (título no Brasil) ou Um homem para a eternidade (título em Portugal)) é um filme do Reino Unido de 1966, do gênero drama biográfico, dirigido por Fred Zinnemann. O roteiro, escrito por Robert Bolt, é baseado em peça de teatro de sua autoria. O orçamento do filme foi de 3,9 milhões de dólares.

A Man for All Seasons foi refilmado em 1988 para a televisão, dirigido por Charlton Heston, que também fez o papel de Thomas More.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

No século XVI, Henrique VIII quer se separar de sua primeira esposa para se casar com Ana Bolena. Mas ele não recebe a aprovação de Thomas More, um fervoroso católico que se tornou Lord Chanceler. Para não trair suas convicções, More renuncia, mas a sua importância é tão grande que, mesmo após a renúncia, o rei continua perseguindo-o.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Globo de Ouro 1967 (EUA)

  • Venceu nas categorias de melhor filme - drama, melhor diretor, melhor ator - drama (Paul Scofield) e melhor roteiro.
  • Indicado na categoria de melhor Ator (coadjuvante/secundário) (Robert Shaw).

BAFTA 1968 (Reino Unido)

  • Venceu nas categorias de melhor filme, melhor filme britânico, melhor ator britânico (Paul Scofield), melhor roteiro britânico, melhor fotografia colorida britânica, melhor direção de arte colorida britânica e melhor figurino colorido britânico.

Festival de Moscou 1967 (Rússia)

  • Venceu na categoria de melhor ator (Paul Scofield).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O ator Richard Burton recusou o papel de Sir Thomas More.
  • Vanessa Redgrave não quis receber pela rápida aparição no papel de Ana Bolena.
  • O ator Paul Scofield não compareceu à cerimônia de entrega do Oscar e, por isso, sua estatueta de melhor ator foi recebida pela atriz Wendy Hiller.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]