A Marcha Fúnebre Prossegue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Marcha Fúnebre Prossegue
Álbum de estúdio de Facção Central
Lançamento 2001
Gravação 2001
Gênero(s) Rap
Duração 01:07:14
Gravadora(s) Discoll Box
Cronologia de Facção Central
Último
Último
Versos Sangrentos
(1999)
Direto do Campo de Extermínio
(2003)
Próximo
Próximo

A Marcha Fúnebre Prossegue é o quinto álbum de estúdio do grupo de rap Facção Central, lançado em 2001. Entre as músicas do álbum, há uma resposta à censura do clipe "Isto Aqui é Uma Guerra", "A Guerra Não Vai Acabar". Desde a primeira música do álbum, a questão da censura é colocada em cheque.

Lista de músicas[editar | editar código-fonte]

# Título Duração
1 "Introdução" 2:01
2 "Dia Comum" 2:15
3 "A Guerra Não Vai Acabar" 4:30
4 "A Marcha Fúnebre Prossegue" 5:13
5 "Aqui São Teus Cães" 4:37
6 "Desculpa Mãe" 5:53
7 "Sei Que os Porcos Querem Meu Caixão" 4:18
8 "O Show Começa Agora" 5:38
9 "Tensão" 4:35
10 "De Encontro à Morte" 5:07
11 "Eu tô Fazendo o Que o Sistema Quer" 4:48
12 "Discurso ou Revólver" 5:01
13 "Sem Luz no Fim do Túnel" 4:41
14 "Apologia ao Crime" 5:11
15 "Justiça com as Próprias Mãos" 5:17
16 "A Paz está Morta" 3:17


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Facção Central é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.