A Mente Hétero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Mente Hétero ou The Straight Mind and Other Essays (1992) é uma coletânea de ensaios de Monique Wittig. Ela foi traduzida para o francês como La Pensée straight em 2001.

Sumário[editar | editar código-fonte]

"Ninguém Nasce Mulher", segue o mesmo caminho das visões políticas feministas de Simone de Beauvoir. Wittig escreve, 'Lésbicas não são mulheres', sob a aceitação de que o termo 'mulher' é definido por homens. Além disso, ela compara lésbicas a escravos fugitivos. "O Cavalo de Tróia", explica sua teoria da literatura como uma 'máquina de guerra', aludindo a Gilles Deleuze.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.