A sociedade aberta e seus inimigos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Sociedade aberta e seus inimigos é uma obra de filosofia política escrita por Karl Popper, em dois volumes, durante a Segunda Guerra Mundial. O livro foi publicado pela primeira vez em Londres pela editora Routledge, em 1945.

A obra fez parte da lista dos modernos 100 melhores livros de não-ficção da Modern Library.[1]

No livro, Popper critica as teorias do historicismo teleológico em que a história se desenrolaria inexoravelmente de acordo com leis universais. Acusa Platão, Hegel e Marx de totalitários, por confiarem no historicismo para sustentar as suas filosofias políticas.

Referências

Ligação externa[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.