A Specimen of the Botany of New Holland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frontispício
Gravura de Embothrium speciosissimum, agora Telopea speciosissima, por James Sowerby

A Specimen of the Botany of New Holland, também conhecida pela abreviatura Spec. Bot. New Holland, foi a primeira monografia publicada sobre a flora da Austrália.[1] Escrita por James Edward Smith e ilustrada por James Sowerby, foi publicada por Soweby, em quatro partes, entre 1793 e 1795. consiste em 16 pranchas com pinturas a cor por Soweby, a maioria baseadas em esboços elaborados por John White, e cerca de 40 páginas de texto. Foi apresentado como primeiro volume de uma série, mas mais nenhum volume saiu posteriormente.[2]

A obra começou como uma laboração entre Smith e George Shaw. Juntos produziram uma obra em duas partes intitulada Zoology and Botany of New Holland. Cada parte continha 2 placas zoológicas e 2 placas botânicas, acompanhadas por texto. Esta apareceram em 1793, apesar de as próprias publicações indicarem o ano de 1794. A colaboração terminou então, e Shaw começou a independentemente produzir a sua obra Zoology of New Holland. A contribuição de Smith para Zoology and Botany of New Holland tornaram as duas primeiras partes de A Specimen of the Botany of New Holland, mais duas partes da qual saíram em 1795.[3]

As seguintes plantas australianas foram publicadas na obra:[4]

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre A Specimen of the Botany of New Holland
  1. A specimen of the botany of New Holland State Library of Queensland. Visitado em 2007-06-22.
  2. Specimen of the Botany of New Holland International Plant Names Index (IPNI). Visitado em 2007-06-22.
  3. Hewson, Helen. Australia: 300 years of botanical illustration. Collingwood, Victoria: CSIRO Publishing, 1999. ISBN 0-643-06366-8.
  4. Smith, James Edward. A Specimen of the Botany of New Holland. London: James Sowerby, 1793.