A Tentação de Santo Antônio (Salvador Dalí)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
La tentación de San Antonio
Autor Salvador Dalí
Data 1946
Técnica Óleo sobre tela
Dimensões 90 cm × 119,5 cm
Localização Museu de Arte Moderna de Bruxelas
Bélgica Bruxelas

A Tentação de Santo Antônio (em espanhol: La tentación de San Antonio, em inglês: The Temptation of Saint Anthony) é um quadro realizado pelo pintor espanhol Salvador Dali em 1946. O quadro foi pintado usando a técnica pintura a óleo e mede 90 x 119,5 cm. A obra está sendo conservada no Musée Royaux des Beaux-Arts em Bruxelas, a capital da Bélgica.

O quadro foi feito em Nova York, foi um concurso no qual tinha que se pintar a tentação de Santo Antônio, onze pintores fizeram parte, além de Dalí havia outros grandes pintores participando, alguns deles eram Paul Delvaux, Leonora Carrington, Dorothea Tanning e o vencedor do concurso Max Ernst.

O júri era composto por outros célebres pintores como Marcel Duchamp, Sidney Janis e Alfred Barr.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Dali retrata na tela, Santo Antônio sendo tentado, assim como na passagem biblica.

Este se encontra nú, assim como nos sonhos, nos encontramos despidos de qualquer privação, não é diferente no quadro. A tentação é tão forte que desnuda o Santo, lhe restando somente sua única proteção, a cruz (D. Maria).

Nos sonhos perdemos a proporção de tamanho ou de tempo, só nos resta a intensidade do que sentimos no mais fundo inconsciente, não sendo diferente nessa pintura surrealista. As criaturas das quais Ele se proteje, são desproporcionais a qualquer criatura real. Como num sonho, tomam proporções exageradas, enfatizando sua maldade ou o medo do Santo com relação as mesmas.

Inclusive o "cavalo" que se encontra posto a frente do Santo sugere que vai se lançar sobre o Santo. Logo em baixo, dois seres muito menores do que os outros, aparentam estar em conflito também, lembrando a figura de um padre.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]