A Valsa dos Adeuses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Valsa dos Adeuses (Brasil)/A Valsa do adeus[1] (Portugal) é um livro publicado em 1972 por Milan Kundera. Escrito em língua tcheca o título original é "Valčík na rozloučenou". No Brasil foi publicado pela editora Nova Fronteira, uma edição em formato de brochura com 224 páginas. Em Portugal foi publicada originalmente pela editora Dom Quixote, Edições ASA[2] e também pela Planeta DeAgostini na coleção "Biblioteca Escritores da Actualidade", em 2001.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A história se passa em uma pequena cidade da tcheco-eslováquia (atual república tcheca), famosa por sua casa de banhos medicinais, que supostamente curam a esterilidade das mulheres que se banharem lá. Um trompetista famoso participa de um concerto na cidade, e acaba tendo uma relação com uma enfermeira, que dois meses depois lhe telefona avisando que está grávida. A partir daí a narrativa se desenvolve em cinco dias, cada um representado por um capítulo, nos quais várias outras personagens se apresentam na trama.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Klima[editar | editar código-fonte]

É um trompetista jovem, charmoso, protagonista da história. Marido de Mme. Klima; ele, apesar de apaixonado por sua esposa, sempre acaba tendo casos de infidelidade. Mas, em sua mente, essa é só uma demonstração do seu amor, pois, como uma mola propulsora, sempre que ele se envolve com outra mulher, volta com uma intensidade ainda maior para sua esposa.

Kamila[editar | editar código-fonte]

É a esposa de Klima, uma mulher extremamente bela, ofuscada pelo peso de uma doença, que lhe dá uma aparência frágil. Ama seu marido como único homem do mundo, mas o ciúme a impede de ser feliz, pois sempre fica pensando em conspirações e acha que está sendo traída. Só não demonstra isso por medo de perder Klima.

Doutor Skreta[editar | editar código-fonte]

Único médico da cidade, o doutor Skreta desfruta de muito prestígio. A ele são atribuídos muitos casos de cura de infertilidade, o que o fez famoso, e junto com ele, a casa de banho pelo qual é responsável, sendo uma referência mundial no tratamento de mulheres que não podem engravidar. É uma pessoa alegre e sonhadora, sabe tocar bateria, e tem visões de mundo muito particulares. É um grande amigo de Jakub e cuida de Olga.

Jakub[editar | editar código-fonte]

Homem maduro, participou ativamente do movimento político comunista na tcheco-eslovaquia, mas ficou decepcionado com o rumo que as coisas tomaram; desde então anseia poder sair do seu país. É uma espécie de mentor de Olga, já que cuida dela desde a morte de seu pai, pelo regime. Como ela era uma garota doente, ele a mandou para a casa de banhos para se tratar, e recomendou-a pessoalmente a seu amigo, o dr. Skreta, que cuida dela na estação.

Ruzena[editar | editar código-fonte]

Enfermeira da casa de banhos, vive insatisfeita com a vida que leva, e odeia o fato de morar em um lugar com tão poucos homens e oportunidades. Fica grávida de Klima quando este visita a cidade, e vive um dilema com ele, que tenta iludi-la.

Olga[editar | editar código-fonte]

Paciente da estação de banhos, uma moça jovem, não muito bonita, que viveu boa parte de sua vida lá. Mora ao lado de Ruzena, que a incomoda bastante por não gostar do seu hábito de escutar música em alto volume. É órfã, e tem Jakub como protetor, ele vem visitá-la eventualmente.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.