Abade Faria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Abade Faria
Estátua do Abade Faria em Goa
Nascimento 31 de Maio de 1746
Candolim, Bardez, Goa
Morte 20 de Setembro de 1819 (73 anos)
Paris
Ocupação Religioso

José Custódio de Faria (Goa, Bardez, Candolim, 30/31 de Maio de 1746Paris, 20 de Setembro de 1819), mais conhecido por Abade Faria, foi um religioso e cientista luso-goês que se destacou como um dos primeiros estudiosos da hipnose.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Caetano Vitorino de Faria e de sua mulher Rosa Maria de Sousa, ambos Goeses católicos, os quais mais tarde se separaram e tomaram Ordens.

Portal A Wikipédia possui o portal:

Chegou a Lisboa em 1771 e a Roma em 1772. Nesta última cidade esteve até 1780, formando-se em Teologia e recebendo as ordens de sacerdote.

Pertenceu ao grupo dos conspiradores que tentaram derrubar o regime português em Goa em 1787. A chamada Conjuração dos Pintos foi denunciada e exemplarmente reprimida pelas autoridades portuguesas. Faria apressou-se a ir para a França em 1788. Defensor da Revolução Francesa (1789), comandou em uma das secções que, em 1795, atacaram a Convenção Nacional. Foi professor de Filosofia nos Liceus de Marselha e Nîmes.

Iniciado na prática do magnetismo animal por Armand-Marie-Jacques de Chastenet, marquês de Puységur, no ano de 1813 abriu em Paris um gabinete de magnetizador. A prática de hipnose por sugestão trouxe-lhe uma enorme clientela e uma pronta reação de descrédito, sendo rotulado de maníaco e bruxo.

Os últimos anos da sua vida passou-os como capelão de um convento.

Como cientista demonstrou o carácter puramente natural da hipnose, tendo sido ele o primeiro a descrever com precisão os seus métodos e efeitos. Soube antever as possibilidades da sugestão hipnótica no tratamento das doenças nervosas.

Uma versão ficcionada sua é uma personagem do romance O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas.

Predefinição:Magnetismo Animal

    Bibliografia[editar | editar código-fonte]

    • DUMAS, Alexandre. Le comte de Monte-Cristo. Paris, 1841-1845.
    • DALGADO, D. G.. Memoire sur la vie de l'Abbé Faria. Paris, 1906.
    • EGAS MONIZ. A.. O Abade Faria na história do hipnotismo. Lisboa, 1977.

    Ligações externas[editar | editar código-fonte]

    Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
    O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abade Faria