Abadia de Lorsch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Abadia e Altenmünster de Lorsch *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Kloster Lorsch 04.jpg
Portão da Abadia
País Alemanha
Critérios (iii)(iv)
Referência 515
Coordenadas 49° 39′ N 8° 34′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1991  (15ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

A Abadia de Lorsch (alemão:Reichsabtei Lorsch) é uma antiga abadia beneditina em Lorsch, Alemanha.

Foi fundada em 764, no reinado do rei Pepino, o Breve, por Cancor, um conde franco e pela sua mãe, de nome Williswinda. Na Idade Média era o centro intelectual e cultural do império franco. O portão é uma das raras construções da época carolingia que, com o passar do tempo, manteve o seu aspecto original. É o único monumento arquitectónico de importância da época carolingia, sendo também um dos mais importantes exemplos da arquitectura pré-românica, ilustrado pelas suas pilastras, meias-colunas e arcos. Era na Idade Média a sede de uma das maiores bibliotecas da Europa e um centro cultural e de aprendizagem. Na biblioteca podemos encontrar valiosos manuscritos, como o "Lorsch pharmacopoeia", que marca o início da medicina moderna. A abadia de Lorsch era conhecida no seu tempo como um local de curas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]