Abaporu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abaporu
Autor Tarsila do Amaral
Data 1928
Técnica óleo sobre tela
Dimensões 85 cm cm × 72 cm cm
Localização Museu de Arte Latino-americana
de Buenos Aires (MALBA), Buenos Aires

Abaporu é uma pintura a óleo da artista brasileira Tarsila do Amaral.

Hoje é a tela brasileira mais valorizada no mundo, tendo alcançado o valor de US$ 1,5 milhão, pago pelo colecionador argentino Eduardo Costantini em 1995 em leilão realizado na Christie's, ao empresário brasileiro Raul Forbes. Encontra-se exposta no Museu de arte latino-americana de Buenos Aires (MALBA).

Foi pintada em óleo sobre tela em 1928 por Tarsila do Amaral como presente de aniversário ao escritor Oswald de Andrade, seu marido na época. O nome da obra foi conferido por ele e pelo poeta Raul Bopp, que indagou a Oswald ao ver o quadro: "Vamos fazer um movimento em torno desse quadro?"[1]

Os dois escritores escolheram um nome para a obra, que veio a ser Abaporu, que vem dos termos em tupi aba (homem), pora (gente) e ú (comer), significando "homem que come gente" [2] .

O nome foi a referência para a criação da Antropofagia modernista brasileira, ou Movimento Antropofágico, que se propunha a deglutir a cultura estrangeira e adaptá-la ao Brasil.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.