Abd-ul-Aziz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abd-ul-Aziz
Osmanli-nisani.svg
Califa Otomano
Imperador Otomano
Abdul-aziz.jpg
Sultão Abdul-Aziz.
Governo
Antecessor Abd-ul-Medjid I
Sucessor Murat V
Casa Real Casa de Osman
Dinastia Dinastia Otomana
Vida
Nome completo عبد العزيز
Abdülaziz
Nascimento 9 ou 18 de fevereiro de 1830
Constantinopla
Morte 4 de junho de 1876 (46 anos)
Palácio de Çırağan, Istambul
Abd-ul-Aziz.

Abd-ul-Aziz (Istambul, 8 de fevereiro de 1830Constantinopla, 4 de junho de 1876) foi o 32° sultão do Império Otomano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi o segundo filho do sultão Mahmud II e irmão de Abd-ul-Meájid, a quem sucedeu em 25 de Junho de 1861 com toda a confiança do partido «velho-turco». Os seus primeiros actos malograram as esperanças de este partido. No início do seu reinado introduziu sábias reformas, como o estabelecimento do Conselho de Estado em 1867, o regulamento do ensino público, a promulgação do Código Civil e a criação dos caminhos-de-ferro. Mas nenhuma das reformas era seriamente aplicada, e rebentaram tumultos no Montenegro em 1862, na Sérvia em 1862, na Turquia Asiática em 1864 e 1866, em Creta em 1866 e 1868, na Bulgária em 1868. Todas estas revoltas mantinham o império em constante agitação.

Só o Egipto permaneceu em relações amigáveis com o Sultão que, pelo acordo de 27 de Maio de 1866, concedido em Ismaelita,[necessário esclarecer] consentiu que a transmissão do trono do Egipto se fizesse em linha directa de pai a filho, concedendo ao governador hereditário do Egipto o título de khediva, e, num documento de 8 de Junho de 1873 anulava todas as concessões feitas anteriormente. Precedentemente, em 1871, Abd-ul-Aziz lançou-se nos braços da Rússia. Mas recorria sempre às potências ocidentais para contrair empréstimos.

Em 1873, Não havendo empréstimo contraído por Abd-ul-Aziz desde 1862 e havendo uma grande falta de dinheiro nos cofres públicos foi necessário aumentar os impostos já bastante altos. Isto contribuiu para as sublevações da Bósnia e da Herzegovina em 1875, da Bulgária em 1876, que provocaram a intervenção das potências estrangeiras e a chamada ao poder de Midhat-Pachá, adversário declarado do governo absoluto.

Abd-ul-Aziz não podia continuar no trono: os seus ministros obrigaram-no portanto, na noite de 29 para 30 de Maio de 1876, a abdicar em favor de seu sobrinho Murad. Doze dias depois, 11 de Junho, suicidou-se ou foi assassinado por ordem de Murad V.

Referências

  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
  • Grande História Universal Ediclube, 2006.
  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira.
  • Nova Enciclopédia Portuguesa, Ed. Publicações Ediclube, 1996.
Precedido por
Abd-ul-Medjid I
Sultão Otomano
18611876
Sucedido por
Murat V


Ícone de esboço Este artigo sobre Sultões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abd-ul-Aziz