`Abdu'l-Bahá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Abdu'l-Bahá)
Ir para: navegação, pesquisa
`Abdu'l-Bahá.

`Abdu'l-Bahá `Abbás Effendí (23 de maio de 1844 a 28 de novembro de 1921) conhecido como `Abdu'l-Bahá (Árabe: عبد البهاء‎), foi o filho mais velho de Bahá'u'lláh, o Profeta fundador da Fé Bahá'í. Em 1892, `Abdu'l-Bahá foi escolhido por seu pai como Seu sucessor, sendo autorizado intérprete de Seus ensinamentos.

Sua jornada pelo Ocidente, bem como suas palestras, explicações e escritos foram fundamentais para espalhar a mensagem de Bahá'u'lláh para além das raízes persas, deixou em sua vontade e testamento a fundação para a atual ordem administrativa bahá'í.

Vida de 'Abdu'l-Bahá[editar | editar código-fonte]

'Abdu'l-Bahá nasceu na Pérsia (hoje Irã), em 23 de maio de 1844, mesmo dia em que o Báb declarou Sua missão. Filho mais velho de Bahá'u'lláh, tinha 9 anos quando Seu pai foi encarcerado no calabouço em Teerã.

Aceitou seu pai como Mensageiro de Deus ainda quando criança, encarregava-se de receber inúmeros visitantes que vinham ver Bahá'u'lláh, ou ajudava Seu pai respondendo perguntas e solucionando problemas desses visitantes. Frequentemente visitava mesquitas, discutindo assuntos teológicos com doutores e sábios.

Não frequentou nenhuma escola ou universidade, seu único instrutor foi Bahá'u'lláh.

Era conhecido como o "Mestre", ajudava as pessoas de todas as maneiras que podia, em 'Akká, por estar exausto, acabou por ficar doente por tratar, alimentar e banhar os doentes acometidos por tifo, malária e outras doenças comum deste lugar. Pessoas proeminentes, como também humildes e pobres vieram a amá-Lo e respeitá-Lo por sua conduta e amabilidade.

'Abdu'l-Bahá, após confinado dentro dos muros da cidade-prisão de 'Akká, viajou para a Europa e América para proclamar a Mensagem de Bahá'u'lláh.

'Abdul-Bahá é visto como um exemplo pelos seus feitos e Suas Palavras, costumavam a chamá-lo de "Mistério de Deus". 'Abbás demonstrou ser possível, em meio ao intenso torvelinho que é a vida moderna, em meio ao egoísmo e à luta pela prosperidade material que em toda parte prevalecem, ter-se uma vida de inteira devoção a Deus e serviço ao próximo, assim como Cristo e Bahá'u'lláh e todos os Profetas exigiram dos homens.[1]

Escritos de 'Abdu'l-Bahá[editar | editar código-fonte]

A quantidade estimada de Epístolas escritas por 'Abdu'l-Bahá chega a 30.000, tendo sido uma parte traduzida para inglês, e dessa uma parte traduzida para português. Alguns livros, epístolas e palestras publicados de 'Abdu'l-Bahá:

  • Palestras de 'Abdu'l-Bahá; Paris-1911[2]
  • Palestras de 'Abdu'l-Bahá; Londres-1911[3]
  • Palestras de 'Abdu'l-Bahá; Estados Unidos e Canadá-1912-A Promulgação da Paz Universal[4]
  • Segredos da Civilização Divina[5]
  • Seleção dos Escritos de 'Abdu'l-Bahá[6]
  • Respostas a Algumas Perguntas (título antigo:Esplendor da Verdade)[7]
  • Epístolas do Plano Divino[8]
  • A Última Vontade e Testamento[9]
  • Tributo aos Fiés[10]
  • Epístola a Haia[11]
  • Epístola ao Dr. Auguste Forel[12]
  • Narrativa de um Viajante[13]
  • Alicerces da Unidade Mundial[14]

Referências

  1. Esslemont John E.
  2. original inglês:Paris Talks
  3. original inglês:Abdul-Baha in London
  4. original inglês:The Promulgation of Universal Peace
  5. original inglês:Secret of Divine Civilization
  6. original inglês:Selections from the Writings of 'Abdu'l-Bahá
  7. original inglês:Some Answered Questions
  8. original inglês:Tablets of the Divine Plan
  9. original inglês:Will and Testament of `Abdu'l-Bahá
  10. original inglês:Memorial of the Faithful
  11. original inglês:Tablet to Hague
  12. original inglês:Auguste Forel and the Bahai Faith
  13. original inglês:Traveller's Narrative
  14. original inglês:Foundations of World Unity
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre `Abdu'l-Bahá
Ícone de esboço Este artigo sobre Fé Bahá'í é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.