Abor Hills

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização de Arunachal Pradesh no mapa da Índia.

Os Abor Hills (Morros de Abor) é uma região do estado de Arunachal Pradesh no extremo nordeste da Índia, próxima da fronteira com a China. Os morros são cercados pelos Mishmi Hills e pelos Miri Hills, e banhados pelo rio Dibang, um afluente do rio Bramaputra.

Durante a existência da Índia britânica, as colinas tinham a reputação de área problemática, e expedições militares foram enviadas contra seus habitantes na década de 1890. A região foi administrada com o nome de distrito de Abor Hills a partir de 1948, com sede em Pasighat, mas posteriormente reorganizada nos distritos de Lower Dibang Valley e Lohit.

História colonial[editar | editar código-fonte]

Abor Hills é um trecho do território indiano na fronteira nordeste, que era ocupado por uma tribo independente, os adis, anteriormente chamados de abores. Localiza-se ao norte do distrito de Lakhimpur, na província de Bengala Oriental e Assam, e é delimitada a leste pelos Mishmi Hills e a oeste pelos Miri Hills, as aldeias da tribo que se estendem até o rio Dibang.[1] O termo Abor é uma palavra assamesa, significando "bárbaro" ou "independente", e é aplicada em um sentido amplo, pelo assamês para muitas tribos da fronteira; mas em seu sentido restrito, é especialmente dado ao trecho do território acima, porque os adis eram considerados de difícil controle e resistentes à autoridade centralizada.[1]

Nos tempos antigos, frequentemente invadiam as planícies de Assam, e foram objeto de mais de uma expedição de retaliação por parte do governo britânico. Em 1893-94 ocorreu a primeira expedição Bor Abor. Alguns policiais militares cipaios foram assassinados em território britânico, e uma força de 600 soldados foi enviada. Atravessaram o território Abor, e destruíram as aldeias responsáveis pelos assassinatos e todas as outras aldeias que se opuseram à expedição. A segunda expedição tornou-se necessária mais tarde, depois que duas pequenas patrulhas foram mortas; e uma força de 100 soldados britânicos atravessou a fronteira do território Abor e puniu as tribos, enquanto que um bloqueio foi mantido contra eles de 1894 a 1900.[1]

Os abores, juntamente com as tribos aparentadas dos miris, dáfilas e akas, são provavelmente descendente de uma linhagem tibetana.[1]

Notas

  1. a b c d Encyclopædia Britannica (1911) entrada para Abor Hills (em inglês), volume 1, página 67

Referências

Wikisource  "Abor Hills". Encyclopædia Britannica (11th). (1911). Ed. Chisholm, Hugh. Cambridge University Press. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]