Aborto no México

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Até 10 de janeiro de 2011:
  Estados com proteção legal desde a concepção, aborto proibido.
  O aborto é oferecido legalmente para gestantes de até doze semanas.

O aborto é uma questão controversa no México. Ele é oferecido a pedido de qualquer mulher com gestação de até doze semanas na Cidade do México, mas é proibido em 18 das 31 constituições estaduais do país.[1] Desde a sua descriminalização em 2007 até janeiro de 2011, estima-se que mais de 50 mil interrupções voluntárias de gravidez tenham sido feitas e mais de uma dúzia foi condenada a até 30 anos de detenção em estados conservadores como Guanajuato.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. GÓMEZ, Natalia (6 de fevereiro de 2011). Realizan abortos legales sin regulación (em espanhol). El Universal. Página visitada em 17 de dezembro de 2011.
  2. Many States in Mexico Crack Down on Abortion (em inglês). The New York Times. Página visitada em 12 de dezembro de 2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre o aborto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.